Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação dos constituintes químicos minoritários nos frutos de Euterpe oleracea Mart. (açaí) utilizando técnicas de CLAE-UV-SPE/RMN e CLAE-UV-LS/RMN

Processo: 14/06258-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 22 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Antonio Gilberto Ferreira
Beneficiário:Sérgio Scherrer Thomasi
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Ressonância magnética nuclear   Açaí

Resumo

O açaizeiro (Euterpe oleraceaMart.) é uma planta da família Arecaceae, cujos frutos constituem uma importante fonte alimentícia e econômica de diversas populações, especialmente da região norte brasileira. A polpa do fruto tem sido alvo de estudos devido a recentes descobertas relacionadas à sua alta capacidade antioxidante e algumas propriedades medicinais. Entretanto, os constituintes atribuídos a esses efeitos ainda não foram, completamente, identificados. Dessa forma, o primeiro objetivo deste projeto é ter uma visão geral dos constituintes químicos presentes na polpa processada, de tal forma que seja possível avaliar as influências de sazonalidade, regionalidade, diferentes tipos de cultivo e o uso de diferentes cultivares. Para isso, serão avaliados os perfis cromatográficos, em diferentes comprimentos de onda, do extrato metanólico da polpa (como fingerprint) aliada a ferramentas quimiométricas (PCA, HCA, SIMCA e PLS-DA) de 31 genótipos. Em todo o estudo, serão utilizados a polpa dos frutos de plantas cultivadas em condições controladas, que serão coletadas nas plantações experimentais da Embrapa Amazônia Oriental, além de amostras coletadas no comércio local. O segundo objetivo é aplicar a tecnologia de técnicas de separação e identificação acopladas, CLAE-UV-SPE/RMN e CLAE-UV-LS/RMN, em suas diversas modalidades para elucidação estrutural de metabólitos secundários minoritários presentes na polpa dos frutos. Essas ferramentas analíticas representam um importante aliado na elucidação de estruturas desconhecidas, principalmente as minoritárias, pois os analitos podem ser concentrados antes da análise por RMN e, por não ser uma técnica não destrutiva, possibilita que as amostras ainda possam ser analisadas por Espectrometria de Massa (EM). (AU)