Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da transferência adotiva de células esplênicas ou de Linfócitos T CD4+ estimulados com ArtinM sobre a infecção com Paracoccidioides Brasiliensis

Processo: 14/16003-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Maria Cristina Roque Antunes Barreira
Beneficiário:Thiago Eleutério Gonçalves
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/04088-0 - Lectinas de patógenos, AP.TEM
Assunto(s):Imunoquímica   Linfócitos T CD4-positivos   Paracoccidioides brasiliensis   Transferência adotiva

Resumo

A micose profunda denominada paracoccidioidomicose (PCM) é causada pelo fungo Paracoccidioides brasiliensis, que apresenta dimorfismo termo-dependente. O estabelecimento da doença no homem é marcado pela transformação do fungo da forma miceliana (infectante) para a forma de levedura (patogênica). A geração de resposta de perfil Th1, mediada por IL-12, é requerida para o desenvolvimento de imunidade protetora contra a PCM. No modelo da PCM experimental, a administração profilática ou terapêutica da lectina ArtinM direciona a imunidade para o perfil Th1 e, assim, confere resistência a PCM. Tal atividade imunomoduladora de ArtinM também induz proteção contra outros patógenos intracelulares, como Leishmania amazonensis, Leishmania major, Neospora caninum e Candida albicans. A lectina ArtinM, extraída de sementes de Artocarpus heterophyllus exerce atividades biológicas pleiottrópicas: ativa neutrófilos, promove a desgranulação de mastócitos, induz a produção de IL-12 em células apresentadoras de antígeno (APCs), ativa células esplênicas e células T CD4+. Essas atividades resultam em um padrão de resposta imune adequada para o combate de patógenos intracelulares. Com intuito de investigar a contribuição dada pelos linfócitos ativados por ArtinM à proteção conferida pela lectina, propomo-nos a investigar a capacidade das células esplênicas ou linfócitos T CD4+, após estímulo ex vivo com ArtinM, em controlar a PCM experimental. Para tanto procedemos a transferência a transferência adotiva e avaliaremos o efeito desse procedimento no curso da doença. Para isso, camundongos BALB/c serão infectados com P. brasiliensis (1x106 leveduras/animal). Dez dias após a infecção esses camundongos receberão células esplênicas ou células T CD4+ obtidas de camundongos BALB/c e que foram estimuladas ex vivo com ArtinM (625ng/mL) por 24 horas antes da transferência adotiva. Ao final de 30 dias de infecção os animais serão sacrificados, coletando-se sangue e órgãos (baço, fígado e pulmão). Serão determinados os níveis séricos de citocinas pró-inflamatórias e anti-inflamatórias. As mesmas citocinas serão quantificadas no extrato dos órgãos coletados. Esses órgãos também serão analisados por histopatologia, quantificando a frequência e extensão dos granulomas. Além disso, serão submetidos a análise de carga fúngica. Os resultados serão comparados com os verificados em animais infectados que foram submetidos à transferência adotiva de células esplênicas ou linfócitos T CD4+ não estimulados com ArtinM, ou seja, incubados apenas com meio.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARTINS OLIVEIRA BRITO, PATRICIA KELLEN; GONCALVES, THIAGO ELEUTERIO; FERNANDES, FABRICIO FREITAS; MIGUEL, CAMILA BOTELHO; RODRIGUES, WELLINGTON FRANCISCO; LAZO CHICA, JAVIER EMILIO; ROQUE-BARREIRA, MARIA CRISTINA; DA SILVA, THIAGO APARECIDO. Systemic effects in naive mice injected with immunomodulatory lectin ArtinM. PLoS One, v. 12, n. 10 OCT 30 2017. Citações Web of Science: 4.
DA SILVA, THIAGO APARECIDO; MARTINS OLIVEIRA-BRITO, PATRICIA KELLEN; GONCALVES, THIAGO ELEUTERIO; VENDRUSCOLO, PATRICIA EDIVANIA; ROQUE-BARREIRA, MARIA CRISTINA. ArtinM Mediates Murine T Cell Activation and Induces Cell Death in Jurkat Human Leukemic T Cells. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 18, n. 7 JUL 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.