Busca avançada
Ano de início
Entree

Filogenia de Phlegmariurus (Lycopodiaceae): com ênfase em espécies endêmicas do Brasil

Processo: 14/10409-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Taxonomia Vegetal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Jefferson Prado
Beneficiário:Danilo Soares Gissi
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Filogenia   Lycopodiaceae   Huperzia   Brasil

Resumo

A família Lycopodiaceae passou por diversas reformulações taxonômicas e as classificações mais recentes reconhecem 16 gêneros e aproximadamente 500 espécies. Para o Brasil, há registros de nove gêneros e 52 espécies. Phlegmariurus é o gênero mais abundante com 39 espécies, sendo 23 destas endêmicas, ocorrendo principalmente na Mata Atlântica e campos rupestres da Cadeia do Espinhaço. Tais espécies foram tradicionalmente circunscritas no gênero Huperzia Bernh., entretanto análises filogenéticas apontaram o não monofiletismodo gênero que somente se tornaria monofilético com a inclusão do gênero monotípico Phylloglossum Kunze (endêmico da Oceania). Alguns trabalhos de filogenia de Huperzia já foram realizados, contudo sem incluir uma amostragem representativa das espécies brasileiras. Consequentemente, as relações das espécies endêmicas do Brasil com as demais do gênero ainda são incertas. Dessa forma, objetiva-se realizar a filogenia molecular das espécies de Phlegmariurus endêmicas do Brasil e testar se essas espécies formam um grupo monofilético ou se originaram a partir de ancestrais distintos. Para tal, serão utilizadas técnicas de extração, amplificação e sequenciamento de dois marcadores moleculares de cpDNA e posteriormente a análise filogenética em softwares especializados. (AU)