Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de métodos analíticos cromatográficos para determinação de corantes em amostras de efluente têxtil

Processo: 14/13644-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 22 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Maria Valnice Boldrin
Beneficiário:Aline Theodoro Toci
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/10449-7 - Avaliação da ocorrência, toxicidade/genotoxicidade e processos para degradação de corantes em efluentes e águas superficiais, AP.TEM
Assunto(s):Espectrometria de massas   Química ambiental

Resumo

Os corantes sintéticos são compostos orgânicos extensivamente usados em muitas áreas tecnológicas, dentre as quais podemos destacar as indústrias: têxtil, alimentícia, farmacêutica, fotográfica, automobilística, de cosméticos, de plásticos, de couros e de papel e etc. Devido à complexidade e diversificação encontrada nas estruturas químicas, propriedades fisico-químicas e atividades toxicológicas ou genotóxicas, sua remoção de efluentes industriais, águas superficiais e água de beber é um dos grandes desafios da sociedade moderna, uma vez que estes corantes podem causar considerável contaminação ambiental e são fatores de sérios riscos à flora, fauna e à saúde humana. O assunto tem levantado grande preocupação pública, problemas na legislação e tem sido um sério desafio aos cientistas na área das ciências ambientais. Dentro desta temática, o objetivo principal deste projeto é investigar e validar novos métodos analíticos para a detecção e quantificação de corantes sintéticos, visando obter diagnósticos sobre os níveis de contaminação de efluentes industrias e águas superficiais, bem como avaliar a potencialidade tóxica e/ou mutagênica envolvendo alguns corantes e seus derivados, visando obter subsídios para entender seus processos de transporte, bioacumulação, persistência e biotransformação no ambiente ou no metabolismo humano e finalmente buscar novos métodos de degradação destes compostos. Os objetivos específicos são: i) otimizar metodologias analíticas para préconcentração,detecção e quantificação de corantes e sub-produtos em efluentes e águas superficiais, lodos e sedimentos contaminados por resíduos da industria têxtil, curtumes, alimentos e tintura de cabelo; ii) mimetizar bio-transformações e processos degradativos decorrentes do descarte do mesmo em águas superficiais ou ingestão pelo organismo vivo por técnicas eletroquímicas, eletrodos modificados por DNA e poliaminoácidos, polímeros de impressão molecular (MIP) e testes biológicos; iii) aplicar testes para avaliação da indução de dano ao material genético e alterações preliminares do sistema imunológicos por corantes do tipo azo e águas oriundas de curtumes, tinturaria, salões de beleza e alimentos; iiii) otimizar métodos de degradação de diversas classes de corantes portadores de grupo azo como cromóforo por métodos oxidativos avançados, tais como foto-fenton, ferro zero e fotoeletrocatálise sob irradiação artificial e solar, visando desenvolver reatores mais eficientes e mais efetivos para tratamentos de efluentes em grandes escalas.