Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de níveis e fontes de carboidratos não fibrosos sobre a cinética ruminal de tourinhos em terminação.

Processo: 14/10365-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Luis Felipe Prada e Silva
Beneficiário:Alexandre Nunes Mendes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

Dietas de terminação de gado de corte possuem níveis elevados de energia, o que representa um grande desafio para manutenção da estabilidade ruminal. Com o uso crescente da silagem de cana-de-açúcar na alimentação de ruminantes, se torna fundamental o entendimento dos efeitos de diferentes fontes energéticas sobre o metabolismo ruminal e desempenho animal. Objetiva-se com este estudo quantificar o efeito da substituição parcial do milho moído fino por milho floculado ou polpa cítrica, em dois níveis de concentrado na dieta, sobre a fermentação ruminal, cinética da degradação, passagem ruminal da fibra, digestibilidade total da MS e amido. O estudo consistirá de 6 rações experimentais a base de silagem de cana-de-açúcar, sendo dois níveis de concentrado na dieta (60% ou 80% na matéria seca) e três fontes de carboidratos não fibrosos (CNF): milho floculado ou a polpa cítrica, em substituição parcial ao milho moído. Para mensuração da cinética ruminal, seis novilhos Nelore canulados no rúmen serão utilizados em delineamento experimental de quadrado latino 6x6. A massa total do conteúdo ruminal e volume serão determinados por esvaziamento. Amostras serão retiradas de ambas as fases, sólida e líquida, para determinação do tamanho do compartimento ruminal de componentes da digesta. A dieta, sobras e digesta ruminal serão analisados para conteúdo de nutrientes. Fibra em detergente neutro indigestível será estimada como o conteúdo de FDN das amostras após fermentação in situ por 264 horas. A determinação do volume líquido e da taxa de passagem de líquidos pelo rúmen será realizada por polietilenoglicol de peso molecular 4.000.