Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito neuroprotetor do tempol (4-hidroxi tempo) após axoniotmese de raízes motoras na interface do SNC e SNP

Processo: 14/12707-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Alexandre Leite Rodrigues de Oliveira
Beneficiário:Giuliana da Silva Zuccoli
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Fármacos neuroprotetores   Neuroproteção   Estresse oxidativo   Neurociências

Resumo

O esmagamento de raízes motoras, ou axoniotmese, é um importante problema médico e pode ocorrer devido a herniação de disco intervertebral, estenose espinal e tumores. O esmagamento, apesar de gerar sinais clínicos graves é menos severo que a avulsão, uma vez é mantida a continuidade entre o SNC e SNP, facilitando a regeneração subsequente. Modificações metabólicas nos astrócitos e micróglia, nos estágios iniciais pós-lesão, a denominada reatividade glial, apresenta papel dual no microambiente da lesão. Após um tempo maior decorrido da lesão, os astrócitos desempenham uma função inibitória à regeneração, promovendo a formação da cicatriz glial. A maior parte da morte neuronal ocorre por mecanismos apoptóticos e estresse oxidativo. Portanto, muitas drogas antioxidantes estão sendo estudadas com o intuito de minimizar esses eventos. Dentre elas destaca-se o Tempol, que já mostrou-se capaz de atenuar os efeitos das espécies reativas de oxigênio. Nesse sentido, o presente estudo pretende avaliar o efeito do Tempol na sobrevivência dos motoneurônios medulares e também na reatividade de astrócitos e microglia, em ratos adultos Sprague-Dawley após sofrerem esmagamento das raízes ventrais L4, L5 e L6. Os ratos serão divididos em dois grupos: (1) esmagamento das raízes ventrais e administração intraperitoneal de solução salina e (2) esmagamento de raízes ventrais e administração intraperitoneal de Tempol. Após sobrevida de 14 dias os animais serão sacrificados. A sobrevivência neuronal será estudada por coloração de Nissl e a técnica de imunohistoquímica será empregada para avaliar a expressão de GFAP e Iba1, que são, respectivamente, marcadores de astrócitos e microglia.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SPEJO, ALINE BARROSO; TELES, CAROLINE BRANDAO; ZUCCOLI, GIULIANA DA SILVA; RODRIGUES DE OLIVEIRA, ALEXANDRE LEITE. Synapse preservation and decreased glial reactions following ventral root crush (VRC) and treatment with 4-hydroxy-tempo (TEMPOL). Journal of Neuroscience Research, v. 97, n. 4, p. 520-534, APR 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.