Busca avançada
Ano de início
Entree

Condicionantes do desempenho de projetos de inovação sustentável e o papel das políticas públicas

Processo: 14/11950-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Empresas
Pesquisador responsável:Isak Kruglianskas
Beneficiário:Vanessa Cuzziol Pinsky
Instituição-sede: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/21877-0 - Contribuição das políticas públicas para o fomento de inovações orientadas para a sustentabilidade: uma análise comparativa entre os estados da Califórnia (EUA) e de São Paulo, BE.EP.DD
Assunto(s):Desenvolvimento sustentável   Inovação   Sustentabilidade

Resumo

Há décadas policy makers tem se debatido em como conceber estratégias efetivas para a coordenação internacional de políticas em mudanças climáticas, como a gestão dos recursos naturais em grande escala. Os acadêmicos, por sua vez, têm se debruçado em compreender como essas estratégias podem direcionar melhorias tangíveis na governança, por meio da decomposição do complexo problema das mudanças climáticas em unidades menores, por exemplo, as emissões de gases oriundos da mudança do uso da terra. Evitar o desmatamento das florestas tropicais é um dos grandes desafios globais, e, se bem sucedido, o controle das emissões de gases pode ser atingido a um custo baixo, se comparado com outras alternativas de mitigação, como tecnologias ainda em desenvolvimento de captura e armazenamento de carbono em grande escala. O objetivo principal desse estudo é compreender como os diversos esforços de cooperação internacional têm se organizado para conter o desmatamento, e se (e como) as lições sobre os sucessos e os fracassos estão sendo aprendidas. A unidade de análise será o relacionamento entre países receptores e doadores de recursos focados em atividades de REDD+. Serão estudados casos no Brasil e na Indonésia, dois países que tiveram altas taxas de desmatamento, e que também são grandes beneficiários de ajuda internacional, à luz de suas relações com grandes doadores (Noruega, Alemanha e Estados Unidos). A experimentação e documentação desses casos possibilitará a compreensão sobre como doadores e receptores estão resolvendo (ou não) os problemas altamente complexos de coordenação política por meio do engajamento dos governos e atores da sociedade civil. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PINSKY, VANESSA C.; KRUGLIANSKAS, ISAK; GOMES, CLANDIA MAFFINI; REZAEE, AMIR. SUSTAINABILITY RESEARCH: A GROUNDED THEORY APPROACH IN THE FIELD OF CLIMATE CHANGE. REVISTA DE GESTAO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE-GEAS, v. 8, n. 3, p. 468-488, SEP-DEC 2019. Citações Web of Science: 0.
PINSKY, VANESSA C.; KRUGLIANSKAS, ISAK; VICTOR, DAVID G. Experimentalist governance in climate finance: the case of REDD plus in Brazil. CLIMATE POLICY, v. 19, n. 6, p. 725-738, JUL 3 2019. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PINSKY, Vanessa Cuzziol. Governança experimentalista no financiamento do clima: o caso de REDD+ no Brasil. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.