Busca avançada
Ano de início
Entree

Aspirado de medula óssea e plasma rico em plaquetas associados ou não ao enxerto de osso autógeno no reparo ósseo de defeitos de tamanho crítico criados cirurgicamente em calvárias de ratos: estudo histomorfométrico e imunoistoquímico

Processo: 14/01823-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Maria José Hitomi Nagata
Beneficiário:Eliana Aparecida Caliente
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Medula óssea   Plasma rico em plaquetas   Reparação periodontal   Reparo ósseo   Crânio   Transplante autólogo   Ratos

Resumo

O propósito deste estudo é avaliar a influência do Aspirado de Medula Óssea (AMO) e do Plasma Rico em Plaquetas (PRP) associados ou não ao enxerto de Osso Autógeno (OA) no reparo ósseo de Defeitos de Tamanho Crítico (DTC), criados cirurgicamente em calvárias de ratos. 96 ratos serão divididos em 6 grupos: C (controle), AMO, AMO/OA, PRP, PRP/OA e OA. Um DTC de 5 mm de diâmetro será criado na calvária de cada animal. Os animais de cada grupo receberão os seguintes tratamentos: C - o defeito será preenchido com coágulo sanguíneo; AMO - o defeito será preenchido com AMO; AMO/OA - o defeito será preenchido com enxerto de OA combinado com AMO; PRP - o defeito será preenchido com PRP; PRP/OA - o defeito será preenchido com enxerto de OA combinado com PRP; OA - o defeito será preenchido com enxerto de OA. Os animais serão submetidos à eutanásia aos 10 ou 30 dias pós-operatórios. Na análise histomorfométrica, a área de osso neformado será calculada como porcentagem da área total do defeito original. Na análise imunoistoquímica, serão avaliadas imunomarcações para antígeno nuclear de proliferação celular (PCNA), fator de transcrição relacionado à Runt 2 (Runx2), osteocalcina (OCN) e proteínas morfogenéticas ósseas 2/4 (BMP-2/4). Os dados serão analisados estatisticamente. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)