Busca avançada
Ano de início
Entree

Técnicas de respirometria aplicadas ao estudo das necessidades energéticas de cães e gatos

Processo: 14/13270-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 15 de novembro de 2014
Vigência (Término): 14 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Aulus Cavalieri Carciofi
Beneficiário:Aulus Cavalieri Carciofi
Anfitrião: Richard C. Hill
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Florida, Gainesville (UF), Estados Unidos  
Assunto(s):Nutrição animal   Metabolismo energético   Metabolismo dos carboidratos   Cães   Gatos

Resumo

Cães e gatos são animais carnívoros, com elevada necessidade de aminoácidos. O aproveitamento de carboidratos por estes animais já foi estudado, contudo existem informações que ainda não estão bem esclarecidas. Temos linha de pesquisa em metabolismo de carboidratos para cães e gatos, tendo sido este o tema de nossa Tese de Livre-docência. Além dos estudos de aproveitamento alimentar, com digestibilidade e fermentação intestinal de amidos, e respostas pós-prandiais com avaliação das resposta de glicose e insulina aos alimentos, que já temos conduzido, planejamos agora nos aprofundar nas respostas do metabolismos intermediário e termogênese induzidas por amidos. A necessidade do estudo se justifica em função de mais de 90% de cães e gatos serem atualmente alimentados com rações extrusadas, que apresentam por sua vez entre 25% e 60% de amido em suas composições. Temos já algumas publicações sobre as implicações da composição corporal (obesidade) e da composição da dieta (teores de proteína, amido e fibra) sobre o metabolismo de carboidratos, especificamente sobre as respostas de glicose e insulina de cães e gatos. O passo que pretendemos agora, mais importante e desafiador será compreender outros aspectos do metabolismo, especificamente a oxidação de carboidratos ou proteínas no metabolismo intermediário para obtenção de energia e sua influência sobre o gasto energético diário, incremento calórico (ou efeito termogênico do alimento), necessidade de energia líquida e, particularmente em felinos sobre a produção endógena de oxalato e o risco de formação de urólitos de oxalato de cálcio nesta espécie. As implicações destas informações são inúmeras, estendendo-se sobre melhor compreensão da gênese da obesidade, dislipidemias, processos de intolerância aos carboidratos e resistência à insulina, regulação do apetite, componentes do gasto energético diário e mesmo sobre como melhor estimar o valor de energia de um alimento em função de sua composição química. As técnicas de respirometria, com a quantificação da produção de gás carbônico e consumo de oxigênio por unidade de tempo são hoje o método ouro para estudo do metabolismo energético dos animais. É nosso objetivo nos capacitarmos a conduzir estudos deste tipo na Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da UNESP, campus de Jaboticabal. Para nosso aprendizado e capacitação no tema, solicitamos período de três meses de estágio na University of Florida, sobre a supervisão do Prof. Dr. Richard Hill. O Dr. Hill é pessoa internacionalmente importante no estudo do metabolismo energético de cães com uso de respirometria. Ele está desenvolvendo pesquisas no momento e se prontificou a nos receber para acompanhar seus estudos e nos fornecer treinamento nas técnicas, procedimentos de cálculo e interpretação dos achados. (AU)