Busca avançada
Ano de início
Entree

Transmissão e ruptura de práticas políticas no interior do movimento operário: um estudo sobre processos de socialização e formação de disposições para militância

Processo: 14/14270-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de setembro de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Kimi Aparecida Tomizaki
Beneficiário:Kimi Aparecida Tomizaki
Anfitrião: Bernard Pudal
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université Vincennes Saint-Denis (Paris 8), França  
Assunto(s):Biografias   Metalúrgicos   Sindicatos   Socialização

Resumo

A presente proposta de trabalho foi elaborada com vistas a realização de estudos de pós-doutorado no grupo "Cultures et Sociétés Urbaines" (CSU) associado ao Centre de Recherches Sociologiques et Politiques de Paris (CRESPPA), no período de novembro de 2014 a julho de 2015. Durante o pós-doutorado, pretende-se avançar em novas direções de pesquisa e de produção teórica, a partir da experiência acumulada no campo de estudos sobre socialização política e transmissão intergeracional de modos de se relacionar com a política e o trabalho, em especial, no interior da classe operária. A proposta de trabalho está organizada em torno de dois eixos de interesse: 1) Aprofundamento teórico dos aportes, sociológicos e educacionais, sobre processos de socialização política e a formação de disposições para a militância, aprimorando a aplicação dessas teorias em minhas pesquisas (e de meus orientados), tendo em vista ampliar tais investigações para compreender como outros grupos sociais e indivíduos em diferentes ciclos da vida (da infância à velhice) se relacionam com a política; 2) Expansão e adensamento da análise dos dados oriundos do projeto de pesquisa "Socialização e política: um estudo sobre a formação de disposições para a militância entre membros da classe operária", financiado pela FAPESP (Processo FAPESP: 2009/11542-3). Trata-se de uma prosopografia dos diretores do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (SMABC), com ênfase sobre a análise dos processos de socialização e formação política por meio dos quais determinados membros da categoria metalúrgica se tornaram diretores do SMABC, entre os anos de 1972 e 2002. Os pesquisadores do CSU/CRESPPA, em especial meu futuro supervisor (Bernard Pudal), possuem extensa experiência em pesquisas de caráter prosopográfico e biográfico de grupos militantes, assim o período de pós-doutorado me permitirá discutir coletivamente os dados coletados na pesquisa acima citada, refinando sua análise, bem como estabelecer contato com os demais pesquisadores ligados a esse centro para conhecer seus trabalhos e trocar experiências no campo dos estudos sobre socialização e política e militantismo. (AU)