Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização bioquímica e avaliação in vitro da ativação de fibroblastos e do potencial leishmanicida de uma L-aminoácido oxidase (LAAO) da peçonha de Crotalus durissus terrificus

Processo: 14/06170-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Eliane Candiani Arantes Braga
Beneficiário:Gisele Adriano Wiezel
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/23236-4 - Toxinas animais nativas e recombinantes: análise funcional, estrutural e molecular, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):14/23285-3 - Caracterização de modificações pós-traducionais de uma L-aminoácido oxidase isolada da peçonha da serpente Crotalus durissus terrificus, BE.EP.MS
Assunto(s):L-aminoácido oxidase   Crotalus durissus terrificus   Fibroblastos   Venenos de origem animal   Leishmaniose   Crotalus durissus

Resumo

Os acidentes ofídicos representam um sério problema de saúde pública nos países tropicais. No Brasil, a grande maioria dos acidentes notificados é causada pela família Viperidae, sendo o gênero Crotalus responsável pela maior letalidade entre os acidentes. As peçonhas de serpentes são misturas complexas de proteínas, peptídeos e compostos orgânicos e minerais que afetam uma enorme variedade de processos biológicos. A L-aminoácido oxidase (LAAO) é uma enzima presente nessas peçonhas que catalisa a oxidação de L-aminoácidos, produzindo ±-cetoácidos, amônia e peróxido de hidrogênio. Várias atividades funcionais de LAAOs foram relatadas e têm demonstrado um atrativo para a área da biotecnologia. Entre essas, podem ser citadas atividades antitumoral, antimicrobiana, atividade na coagulação sanguínea, anti-HIV, indutora de edema e também a modulação da atividade de células do sistema imune. É muito relatada também a ação de L-aminoácido oxidases contra parasitas do gênero Leishmania, incluindo L. braziliensis, L. amazonensis, L. donovani, entre outros. A Leishmaniose é considerada um problema de saúde pública e, atualmente, vem ganhando grande interesse, principalmente devido à expansão de viagens internacionais e ao crescimento da população. Na América do Sul é uma doença tropical endêmica e possui poucas abordagens terapêuticas. Assim, tendo em vista a ação das LAAOs sobre Leishmania spp, a importância da Leishmaniose para a saúde pública, e o potencial biotecnológico destas enzimas, pretende-se pioneiramente isolar e caracterizar uma LAAO presente na peçonha de C. d. terrificus, visando ampliar o conhecimento sobre o mecanismo de ação desta enzima, a sua relevância na resposta imunológica observada no envenenamento e, principalmente, sua possível aplicação como agente e/ou adjuvante terapêutico para o tratamento da leishmaniose. Para isso, o isolamento da LAAO será realizado através de cromatografia líquida rápida de proteínas e sua caracterização será feita a partir do sequenciamento de seus peptídeos internos, determinação da massa molar através de espectrometria de massas, avaliação da especificidade frente a diferentes substratos, determinação de parâmetros cinéticos (Km, Vmáx, Kcat) e avaliação in vitro da ativação induzida em fibroblastos pela análise da citotoxicidade e da dosagem de citocinas, óxido nítrico e mediadores lipídicos. Será também avaliada a sua atividade leishmanicida. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
WIEZEL, GISELE A.; RUSTIGUEL, JOANE K.; MORGENSTERN, DAVID; ZOCCAL, KARINA E.; FACCIOLI, LUCIA H.; CRISTINA NONATO, M.; UEBERHEIDE, BEATRIX; ARANTES, ELIANE C. Insights into the structure, function and stability of bordonein-L, the first L-amino acid oxidase from Crotalus durissus terrificus snake venom. Biochimie, v. 163, p. 33-49, AUG 2019. Citações Web of Science: 0.
BOLDRINI-FRANCA, JOHARA; COLOGNA, CAMILA TAKENO; PUCCA, MANUELA BERTO; FIGUEIREDO BORDON, KARLA DE CASTRO; AMORIM, FERNANDO GOBBI; PINO ANJOLETTE, FERNANDO ANTONIO; CORDEIRO, FRANCIELLE ALMEIDA; WIEZEL, GISELE ADRIANO; CERNI, FELIPE AUGUSTO; PINHEIRO-JUNIOR, ERNESTO LOPES; TANAKA SHIBAO, PRISCILA YUMI; FERREIRA, ISABELA GOBBO; DE OLIVEIRA, ISADORA SOUSA; CARDOSO, LARA AIME; ARANTES, ELIANE CANDIANI. Minor snake venom proteins: Structure, function and potential applications. BIOCHIMICA ET BIOPHYSICA ACTA-GENERAL SUBJECTS, v. 1861, n. 4, p. 824-838, APR 2017. Citações Web of Science: 14.
BORDON, KARLA C. F.; WIEZEL, GISELE A.; AMORIM, FERNANDA G.; ARANTES, ELIANE C. Arthropod venom Hyaluronidases: biochemical properties and potential applications in medicine and biotechnology. Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases, v. 21, OCT 22 2015. Citações Web of Science: 25.
BORDON, KARLA C. F.; WIEZEL, GISELE A.; CABRAL, HAMILTON; ARANTES, ELIANE C. Bordonein-L, a new L-amino acid oxidase from Crotalus durissus terrificus snake venom: isolation, preliminary characterization and enzyme stability. Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases, v. 21, AUG 13 2015. Citações Web of Science: 13.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
WIEZEL, Gisele Adriano. Caracterização bioquímica e avaliação in vitro da ativação de fibroblastos e do potencial leishmanicida de uma L-aminoácido oxidase (LAAO) da peçonha de Crotalus durissus terrificus. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.