Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da ação citotóxica dos linfócitos TCD4 neuritogênicos sobre as células de Schwann na Neurite Experimental Autoimune

Processo: 14/03622-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Alessandro dos Santos Farias
Beneficiário:Camila de Oliveira Vaz
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/18728-5 - Estudo do padrão migratório, efetor e regulador dos Linfócitos T auto-reativos, previamente transduzidos com GFP, nas doenças desmielinizantes experimentais, AP.JP
Assunto(s):Neuroimunologia   Síndrome de Guillain-Barré   Neurite   Células de Schwann   Linfócitos T CD4-positivos

Resumo

A síndrome de Guillain-Barré (SGB) é uma doença inflamatória aguda do sistema nervoso periférico (SNP), com consideráveis morbidade e mortalidade. A Neurite Experimental Autoimune (EAN) é o modelo experimental da síndrome de Guillain-Barré. Trata-se de uma doença inflamatória de caráter autoimune que culmina na desmielinização dos nervos periféricos. Essa resposta é mediada principalmente por linfócitos Th1 e/ou TH17. Apesar disso, não está claro como células T com função helper teriam a capacidade de começar o processo inflamatório. Dados preliminares do nosso laboratório mostraram que linfócitos T CD4 neuritogênicos ativados adquirem um fenótipo citotóxico e expressam altas quantidades de granzima B. Dessa forma, nessa proposta, nós pretendemos avaliar se esses linfócitos T CD4 infiltradas nos nervos periféricos também podem agir sobre as células de Schwann.