Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtenção de nanopartículas ferromagnéticas por síntese hidrotérmica assistida por microondas para aplicação em magneto-hipertermia

Processo: 14/16993-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Pesquisador responsável:Alexandre Zirpoli Simões
Beneficiário:Breno Gonçalves Galvão Freire
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07296-2 - CDMF - Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais, AP.CEPID
Assunto(s):Materiais cerâmicos   Nanopartículas   Hipertermia   Micro-ondas   Ferromagnetismo   Liquefação hidrotérmica   Campo magnético   Propriedades físicas   Procedimentos clínicos

Resumo

Uma variedade de procedimentos clínicos tem sido desenvolvida para a terapia do câncer durante o último século. O câncer é caracterizado pelo crescimento desordenado de células, que se aglomeram de modo a formar os tumores. O tumor pode ser benigno ou maligno. Em ambos os casos as células multiplicam-se desordenadamente, entretanto, no benigno o crescimento é lento e localizado, dificilmente representando risco de vida, enquanto no maligno é rápido e incontrolável, podendo se espalhar para outras regiões do corpo, fenômeno denominado metástase. O tratamento clássico do câncer inclui a retirada total do tumor e tecidos adjacentes em combinação com a quimioterapia, imunoterapia ou tratamento por radiação. O desenvolvimento da hipertermia trouxe um impulso adicional à terapia do câncer, sendo que para o fígado tratamentos como radioterapia e cirurgia são limitados. Quando aliada a quimioterapia ou radioterapia, potencializa os efeitos destes tratamentos. No tratamento pela hipertermia, nanopartículas ferromagnéticas de composição Yƒ3Fe5-xAlxO12 (x entre 1,6 e 1,7) são introduzidas nos tumores e aquecidas por indução através de um campo magnético variável em temperatura moderada (41-43 °C). Essas nanopartículas são conhecidas por possuírem propriedades físicas interessantes, entre elas alta magnetização de saturação e temperatura de Curie controlável, características que fazem destas partículas particularmente interessantes para o uso em hipertermia. O foco deste projeto é sintetizar e caracterizar nanopartículas ferromagnéticas de Yƒ3Fe5-xAlxO12 (x entre 1,6 e 1,7) usando a técnica hidrotérmica assistida por microondas. Esta técnica mostra-se mais eficiente e econômica, gerando nanopartículas mais homogêneas e cristalinas em menores temperaturas durante síntese se comparado com outros métodos que utilizam autoclaves convencionais. Este projeto tem como objetivo estudar as condições necessárias para que as nanopartículas possam ser utilizadas no tratamento do câncer de fígado por hipertermia.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BORSARI, E.; FREIRE, B. G. G.; GARCIA, F. G.; SILVA, M. S.; SILVA, C. C.; SIMOES, A. Z. Microwave-hydrothermal synthesis of Y3Fe3.35Al1.65O12 nanoparticles for magneto-hyperthermia application. JOURNAL OF MATERIALS SCIENCE-MATERIALS IN ELECTRONICS, v. 29, n. 21, p. 18020-18029, NOV 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.