Busca avançada
Ano de início
Entree

Agrotransformação do Sporisorium scitmineum, agente causal do carvão da cana-de-açúcar

Processo: 14/16841-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Claudia Barros Monteiro Vitorello
Beneficiário:Tatiane Gonçalves Shyton
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Cana-de-açúcar   Sporisorium scitamineum

Resumo

Devido à importância socioeconômica da cana-de-açúcar no Brasil, buscam-se atualmente novas medidas para diminuir os custos de produção e aumentar a produtividade dessa cultura. Dentre as possíveis medidas destaca-se o entendimento e combate de doenças. O carvão da cana, doença causada pelo fungo Sporisorium scitamineum, provoca perda de biomassa e diminuição do conteúdo de sacarose da planta. S.scitamineum é um fungo basidiomiceto biotrófico e dimórfico, variando entre uma fase haplóide (leveduriforme) e uma fase infecciosa dicariótica (micelial). A manifestação da doença na cultura da cana depende da formação de uma hifa dicariótica a partir da anastomose de duas hifas de conjugação haplóides compatíveis com relação ao tipo de reação sexual (mating-type). Com o intuito de entender melhor o processo de formação da hifa dicariótica e colonização da planta pela mesma, o presente projeto propõe a agrotransformação do fungo S. scitamineum em sua fase leveduriforme utilizando o gene marcador de florescência vermelha mRFP1; e monitoramento dos eventos de anastomose das hifas compatíveis e primeiros momentos da infecção sob microscopia de fluorescência.