Busca avançada
Ano de início
Entree

Prevenção da depressão e ansiedade Subsindrômicas em idosos: o papel da atividade física

Processo: 14/10499-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Geraldo Busatto Filho
Beneficiário:Clóvis Alexandrino da Silva Junior
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50010-0 - Prevenção e tratamento da depressão em idosos: um estudo de base populacional, AP.TEM
Assunto(s):Atividade física   Depressão   Idosos

Resumo

Com o crescimento da população idosa brasileira e o crescente impacto da depressão, tem se destacado a importância da prevenção deste transtorno. Estudos têm demonstrado uma relação inversa entre os índices de depressão e a prática de atividade física. O presente estudo constitui um braço do estudo principal "Prevenção e Tratamento da Depressão em Idosos: Um Estudo de Base Populacional" (Projeto Temático FAPESP no 2012/50010-0), no qual serão rastreados usuários (n=2.700) de Unidades Básicas de Saúde da região do Butantã, na cidade de São Paulo, com 60 anos ou mais, para identificar sintomas depressivos e/ou ansiosos subsindrômicos. Os idosos serão posteriormente avaliados com uma entrevista psiquiátrica estruturada, para o cálculo da prevalência de sintomas subsindrômicos, e de transtornos de depressão e ansiedade. Aqueles com sintomas subsindrômicos que não preencherem critérios para transtornos depressivos e/ou ansiosos serão convidados a participar de um ensaio clínico randomizado com 3 grupos de intervenção: programa de cuidados preventivos passo a passo (n = 90), utilizando técnicas psicoeducacionais e cognitivo-comportamentais; programa de cuidados preventivos passo a passo (n = 90), utilizando atividade física; e cuidados usuais (n = 90). A principal medida de desfecho será a incidência acumulada de transtorno depressivo maior, ou de transtornos de ansiedade, após 12 meses. O presente estudo comparará a efetividade da atividade física na prevenção da depressão e ansiedade subsindrômicas, bem como as mudanças ocorridas nos parâmetros físicos e laboratoriais, em comparação aos grupos de cuidados usuais e intervenções cognitivas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALEXANDRINO-SILVA, CLOVIS; RIBEIZ, SALMA ROSE; FRIGERIO, MARIA BEATRIZ; BASSOLLI, LUCAS; ALVES, TANIA FERRAZ; BUSATTO, GERALDO; BOTTINO, CASSIO. Prevention of depression and anxiety in community-dwelling older adults: the role of physical activity. ARCHIVES OF CLINICAL PSYCHIATRY, v. 46, n. 1, p. 14-20, JAN-FEB 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.