Busca avançada
Ano de início
Entree

Viabilidade técnica e econômica da incorporação do balanço eletrolítico na formulação de rações para poedeiras em segundo ciclo de produção

Processo: 14/12820-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Acordo de Cooperação: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Rosemeire da Silva Filardi
Beneficiário:Leonardo Tedeschi
Instituição Sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Viabilidade econômica   Ração   Aves poedeiras   Ovo   Nitrogênio
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Equilíbrio eletrolítico | excreção de minerais | Excreção de nitrogênio | Índice nutricional bioeconomico | qualidade de ovo | Nutrição de poedeiras

Resumo

O objetivo do presente estudo será avaliar a viabilidade técnica e econômica da utilização de diferentes formas de cálculo e valores de balanço eletrolítico na formulação de rações para poedeiras comerciais no segundo ciclo de produção. Duzentas de quarenta poedeiras comerciais em segundo ciclo produtivo, com mais de 100 semanas de idade, serão distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 3 x 3 + 1, com 3 fórmulas de cálculo do balanço eletrolítico ([Na+] + [K+] - [Cl-]; [Na+ + K+] - [Cl- + S2-] e [Na+ + K+ + Mg2+ + Ca2+ ] - [Cl- + S2- + P3-]) e 3 valores de balanço eletrolítico (150, 250, 350 mEq.kg-1) e uma dieta testemunha (sem formula ou valor para balanço eletrolítico) formando 10 tratamentos com 4 repetições de 6 aves cada. As rações experimentais serão formuladas para atender as necessidades nutricionais das aves. Na formulação da ração testemunha não será considerado um balanço eletrolítico, pois a mesma será formulada apenas para tender as exigências de cada um dos minerais (Na, K, Mg, Ca, Cl, S e P). Entretanto na ração testemunha será quantificado ao final da formulação quais foram os BE para o emprego de cada fórmula. As rações serão formuladas por programação não-linear e serão isocalóricas, isoproteicas e isoaminoacídicas, porém os níveis de sódio, cloro, potássio, cálcio, fósforo, magnésio e enxofre poderão oscilar para obtenção dos diferentes balanços eletrolíticos. Serão avaliados a cada 21 dias os parâmetros de desempenho e qualidade dos ovos e ao final do experimento a vida de prateleira de ovos, análise econômica e caracterização das excretas por meio de ensaio de metabolismo para quantificar a excreção de nitrogênio e de minerais. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância e no caso de significância será realizado o teste de Tukey a 5% de probabilidade. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TEDESCHI, Leonardo. Viabilidade técnica e econômica da incorporação do balanço eletrolítico na formulação de rações para poedeiras em segundo ciclo de produção. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Engenharia. Ilha Solteira Ilha Solteira.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.