Busca avançada
Ano de início
Entree

Tratamento de superfície de Ticp por meio de oxidação por plasma eletrolítico e plasma de descarga incandescente: caracterização e formação de biofilme multiespécies

Processo: 13/26145-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Valentim Adelino Ricardo Barão
Beneficiário:Adaias Oliveira Matos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese dentária   Titânio comercialmente puro (cp)   Oxidação eletrolítica com plasmas   Biofilmes   Implantes dentários   Actinomyces   Fusobacterium nucleatum   Streptococcus sanguinis

Resumo

Os objetivos deste estudo serão avaliar as propriedades físico-químicas e investigar a formação de biofilme multiespécies em discos de titânio comercialmente puro (Ticp) com superfície submetida a diferentes tratamentos: I - usinada (controle); II - modificada por jateamento de óxido de alumínio (Al2O3) e posterior tratamento com ácido clorídrico (HCl) + peróxido de hidrogênio (H2O2) (controle - superfície de implantes dentários comercializados); III - modificada por meio da oxidação por plasma eletrolítico com solução de cálcio e fosfato (superfície teste) e IV - modificada por plasma de descarga incandescente utilizando o gás oxigênio (O2) e o hexametildisiloxano (HMDSO) (superfície teste). As superfícies dos discos serão caracterizadas pela Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), interferometria de luz branca, energia livre de superfície e mensuração da rugosidade de superfície. A Espectroscopia de Energia Dispersiva (EDS) e a Difratometria de Raios X (DRX) serão utilizadas para avaliar a composição dos óxidos formados na superfície do Ticp. Para o teste microbiológico, biofilmes multiespécies composto por Streptococcus sanguinis, Actinomyces naeslundii e Fusobacterium nucleatum serão formados na superfície dos discos e avaliados após 2 horas (adesão inicial) e 48 horas (biofilme). As unidades formadoras de colônia serão quantificadas em meios seletivos (UFC/cm2). A biomassa do biofilme será mensurada pelo ensaio de coloração com cristal violeta e a composição da matriz extracelular (proteínas e carboidratos) pelo método do ácido bicinconínico e pelo método fenol-sulfúrico. Imagens de MEV do biofilme formado sobre os discos Ticp serão utilizadas para investigar a distribuição dos micro-organismos sobre cada superfície. Os dados quantitativos serão submetidos à análise estatística mais apropriada com nível de significância de 5%. O número de espécimes para cada ensaio será determinado após o estudo piloto. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MATOS, ADAIAS O.; RICOMINI-FILHO, ANTONIO P.; BELINE, THAMARA; OGAWA, ERIKA S.; COSTA-OLIVEIRA, BARBARA E.; DE ALMEIDA, AMANDA B.; NOCITI JUNIOR, FRANCISCO H.; RANGEL, ELIDIANE C.; DA CRUZ, NILSON C.; SUKOTJO, CORTINO; MATHEW, MATHEW T.; BARAO, VALENTIM A. R. Three-species biofilm model onto plasma-treated titanium implant surface. COLLOIDS AND SURFACES B-BIOINTERFACES, v. 152, p. 354-366, APR 1 2017. Citações Web of Science: 14.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MATOS, Adaias Oliveira. Tratamento de superfície de Ticp por meio de oxidação por micro-arcos e plasma de descarga incandescente : caracterização e formação de biofilme multiespécies. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.