Busca avançada
Ano de início
Entree

Somos todos porn stars? A produção de subjetividades-vitrine a partir de sociabilidades farmacopornográficas no Cine Majestick, em Fortaleza (CE)

Processo: 14/11880-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Jorge Leite Júnior
Beneficiário:Juliana Frota da Justa Coelho
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Sexualidade   Pornografia   Cinema

Resumo

Esse projeto de pesquisa tem como objetivo principal a problematização da produção do que chamo de subjetividades-vitrine em um cinema pornô, também conhecido por "cinemão", o Cine Majestick, localizado no centro da capital cearense. A hipótese de pesquisa, portanto, é a de que as sociabilidades nesse cinemão produzem "subjetividades-vitrine" a partir de processos de controle-estimulação e ocultação-desvelamento dos desejos que viabilizam os agentes como astros, borrando as fronteiras entre artista pornô e público. A partir de uma etnografia embasada na participação observante no referido "cinemão", categorias tais quais pornografia, erotismo, sexualidade, gênero, corpo e subjetividade são interpeladas quanto aos seus pretensos estatutos naturalizantes e essencialistas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)