Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de marcadores genéticos na fibrose e remodelamento do ventrículo direito em pós-operatório de reparo cirúrgico da tetralogia de Fallot

Processo: 14/12006-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 06 de outubro de 2014
Vigência (Término): 05 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Paulo Henrique Manso
Beneficiário:Paulo Henrique Manso
Anfitrião: Elizabeth Golmuntz
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Children's Hospital of Philadelphia (CHOP), Estados Unidos  
Assunto(s):Marcadores genéticos   Remodelação ventricular   Tetralogia de Fallot

Resumo

As cardiopatias congênitas são a mais comum e séria forma de defeito congênito, ocorrendo em 1 em cada 200 nascido vivos. Apesar dos avanços médico-cirúrgicos, as cardiopatias congênitas permanecem como causa mais importante das malformações relacionadas à mortalidade infantil. Com a melhora na sobrevida destes pacientes, as cardiopatias congênitas tem sido uma preocupação crescente na saúde de adultos. A tetralogia de Fallot é a cardiopatia congênita cianótica mais comum, representando cerca de 7% de todas cardiopatias congênitas. Todos os pacientes com tetralogia de Fallot necessitam de reparo cirúrgico sob circulação extra-corpórea no primeiro ano de vida para aliviar a obstrução da via de saída do ventrículo direito e fechamento da comunicação interventricular. Apesar da grande sobrevida inicial, muitos pacientes vão necessitar de re-intervenções ao longo da vida, com grande morbi-mortalidade, com 10% de mortalidade até os 30 anos de vida. Esta morbi-mortalidade tardia no paciente pós-operatório de tetralogia de Fallot é em grande parte causada pela intervenção no anel valvar pulmonar durante o tratamento cirúrgico, com consequente insuficiência pulmonar e remodelamento do ventrículo direito (dilatação e hipertrofia) e mudanças funcionais. A resposta do ventrículo direito à sobrecarga de volume e pressão secundária à lesão valvar pulmonar é altamente variável, e seus mecanismos são escassamente entendidos. Nós conjecturamos que a variabilidade no remodelamento do ventrículo direito é em parte regulada por fatores genéticos, sejam eles variantes genéticas que contribuem à etiologia da tetralogia de Fallot ou que modifique o remodelamento do ventrículo direito. Nestes pacientes o ventrículo direito tem um grau significativo de fibrose, detectada pela ressonância nuclear magnética com contraste com gadolínio. Esta fibrose tem sido associada com disfunção ventricular, intolerância ao esforço físico e arritmias ventriculares (incluindo morte súbita). Para testar nossa hipótese, propomos estudar a associação do genótipo com o processo de remodelamento do ventrículo direito, com foco particular na fibrose, descrito nos seguintes objetivos: 1. Avaliar a associação da extensão da fibrose no ventrículo direito com medidas de remodelamento cardíaco; 2. Avaliar a associação de genótipos "de risco" para tetralogia de Fallot com a extensão da fibrose do ventrículo direito; 3. Avaliar a associação da variação de genes (HIF1A e ECA) na regulação da fibrose e medidas de remodelamento.Para conseguir estes objetivos, usaremos uma coorte de casos de pós operatório de tetralogia de Fallot que foram submetidos a ressonância nuclear magnética cardíaca de rotina, onde a extensão da fibrose possa ser medida retrospectivamente. Esta coorte também tem DNA estocado disponível para o estudo, com termo de consentimento aprovado. Desta forma, a coorte e os exames (ressonância, genotipagem) estão prontamente disponíveis, podendo ser realizadas no período da bolsa.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HOANG, THANH T.; MANSO, PAULO HENRIQUE; EDMAN, SHARON; MERCER-ROSA, LAURA; MITCHELL, LAURA E.; SEWDA, ANSHUMAN; SWARTZ, MICHAEL D.; FOGEL, MARK A.; AGOPIAN, A. J.; GOLDMUNTZ, ELIZABETH. Genetic variants of HIF1 alpha are associated with right ventricular fibrotic load in repaired tetralogy of Fallot patients: a cardiovascular magnetic resonance study. JOURNAL OF CARDIOVASCULAR MAGNETIC RESONANCE, v. 21, n. 1 AUG 19 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.