Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese, caracterização, estudo do mecanismo de ação e análise de métodos de liberação do peptídeo pBthTX-I, nas formas monoméricas e diméricas

Processo: 14/05538-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Eduardo Maffud Cilli
Beneficiário:Norival Alves Santos Filho
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07600-3 - CIBFar - Centro de Inovação em Biodiversidade e Fármacos, AP.CEPID
Assunto(s):Química de macromoléculas   Peptídeos

Resumo

As peçonhas e venenos animais constituem uma rica fonte de substâncias farmacologicamente ativas. Essas moléculas atuam de forma isolada ou sinérgica, podendo se ligar a diferentes receptores celulares e/ou interferir em vias metabólicas. A exploração dos mecanismos de ação das toxinas tem se mostrado relevante, não só por fornecer a base molecular envolvida no mecanismo de toxicidade dessas moléculas, como também possibilitar a aplicação de toxinas no desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas. As doenças infecciosas estão entre as principais causas de morte no mundo e a resistência de várias linhagens de microrganismos em relação aos seus medicamentos usualmente administrados é uma realidade, fazendo com que aumente a busca por novas alternativas de compostos antimicrobianos. Dentro desse contexto, a presente proposta visa estudar um peptídeo, derivado da região C-terminal da PLA2 homóloga Bothropstoxina I (BthTX-I - KKYRYHLKPFCKK), proveniente da peçonha da serpente Bothrops jararacuçu. É interessante ressaltar que estudos prévios já foram realizados com este peptídeo, tanto na sua forma monomérica (p-BthTX-I) quanto dimérica [(p-BthTX-I)2], demonstrando que eles possuem atividade específica sobre bactérias (tanto Gram positivas, quanto Gram negativas), não mostrando toxicicidade contra leveduras e eritrócitos. Além disso, essas moléculas não foram capazes de formar poro ou dissolver membranas, indicando um mecanismo de ação ainda desconhecido. Desta forma, o presente trabalho visa estudar os mecanismos de ação do peptídeo baseado na região C-terminal da PLA2 homóloga Bothropstoxina I e análogos, bem como de algumas formas diméricas, além de, estudar suas características estruturais e funcionais. Somado a isto, diferentes mecanismos de liberação dos peptídeos serão estudados, tanto em sistema líquido cristalino, quanto em látex. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PINHEIRO-JUNIOR, ERNESTO LOPES; BOLDRINI-FRANCA, JOHARA; PIRES DE CAMPOS ARAUJO, LUCIANA MATTOSO; SANTOS-FILHO, NORIVAL ALVES; BENDHACK, LUSIANE MARIA; CILLI, EDUARDO MAFFUD; ARANTES, ELIANE CANDIANI. LmrBPP9: A synthetic bradykinin-potentiating peptide from Lachesis muta rhombeata venom that inhibits the angiotensin-converting enzyme activity in vitro and reduces the blood pressure of hypertensive rats. Peptides, v. 102, p. 1-7, APR 2018. Citações Web of Science: 3.
SANTOS-FILHO, NORIVAL A.; FERNANDES, RAFAELA S.; SGARDIOLI, BRUNA F.; RAMOS, MATHEUS A. S.; PICCOLI, JULIA P.; CAMARGO, ILANA L. B. C.; BAUAB, TAIS M.; CILLI, EDUARDO M. Antibacterial Activity of the Non-Cytotoxic Peptide (p-BthTX-I)(2) and Its Serum Degradation Product against Multidrug-Resistant Bacteria. Molecules, v. 22, n. 11 NOV 2017. Citações Web of Science: 2.
SANTOS-FILHO, NORIVAL A.; LORENZON, ESTEBAN N.; RAMOS, MATHEUS A. S.; SANTOS, CLAUDIA T.; PICCOLI, JULIA P.; BAUAB, TAIS M.; FUSCO-ALMEIDA, ANA M.; CILLI, EDUARDO M. Synthesis and characterization of an antibacterial and non-toxic dimeric peptide derived from the C-terminal region of Bothropstoxin-I. Toxicon, v. 103, p. 160-168, SEP 1 2015. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.