Busca avançada
Ano de início
Entree

Fotossensibilização nas ciências da vida

Processo: 14/18753-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Radiologia e Fotobiologia
Pesquisador responsável:Mauricio da Silva Baptista
Beneficiário:Laryssa Nascimento dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50680-5 - Fotossensibilização nas ciências da vida, AP.TEM
Assunto(s):Morte celular   Oxigênio singleto   Cultura de células

Resumo

BOLSA TT2-CULTIVO CELULAR - 2 ANOS1. Atividades que serão realizadas1. Manutenção da sala de cultivo de células;2. Cultivo de células HL-60, 3T3, HeLa, e B16;3. Determinar taxa de incorporação de drogas em células;4. Determinar cito e fototoxicidade;5. Determinar citolocalização usando as técnicas de microscopia confocal e Citometria de Fluxo (FACS).2. Justificativa Geral:O grupo possui sala de cultura de células tumorais. Diversas moléculas fotoativas que foram sintetizadas por pós-graduandos (principalmente da FAPESP) precisam ter a foto-atividade anti-tumoral determinada. É ideal termos uma técnica responsável pela manutenção das linhagens celulares, que se especializará em cultura celular e em técnicas utilizadas para estudá-las (leitor multi-canal, FACS e microscopia de transmissão e de fluorescência). A bolsista se beneficiará deste estágio sendo treinada em técnicas de cultivo e avaliação de vialibilidade de células em cultura.3. Justificativa Específica:É de grande importância o desenvolvimento de novos fotossensibilizadores. Uma vez sintetizados e caracterizados no nível fotofísico e fotoquímico, se torna necessário estudar citotoxicidade, citolocalização e biodestribuição e acúmulo dos fotossensibilizadores em células cultivadas in vitro e tumores implantados ratos. Este estudo tem como objetivo estabelecer uma relação entre estrutura e atividade fotodinâmica e identificar quais entre as novas moléculas são promissoras para uso em TFD. Nesta etapa o bolsista devidamente treinado e conhecedor da manutenção e assepsia necessária, possibilitará o apoio e técnico-científico para cultivo de células. O aprendizado deste bolsista avançará de modo que este seja apto a desenvolver ensaios para estudos como: determinar taxa de incorporação de drogas em células e determinar cito e fototoxicidade.