Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre estresse, hormônios sexuais femininos e microbiota bucal: efeito sobre produção de compostos sulfurados voláteis e papel da beta-defensina

Processo: 14/11481-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Fernanda Klein Marcondes
Beneficiário:Patricia Oliveira de Lima
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50419-2 - Comportamento e saúde bucal: perspectivas interdisciplinares e aspectos emocionais no processo saúde-doença, AP.TEM
Assunto(s):Hormônios sexuais femininos   Fisiologia oral   Halitose

Resumo

A halitose é uma alteração desagradável do hálito, decorrente da produção de compostos sulfurados voláteis (CSV), a partir da degradação de aminoácidos por bactérias bucais. Além disso, oscilações hormonais características do ciclo menstrual e a síndrome pré-menstrual podem alterar a homeostasia bucal e influenciar a produção de CSV. Embora mais de 90% dos casos de halitose sejam decorrentes da atividade de bactérias orais, a ansiedade e o estresse têm sido propostos como agentes etiológicos do mau hálito. Em estudo anterior, observamos que o estresse promoveu redução na concentração de beta-defensina (BD), um peptídeo com atividade antimicrobiana e imunoregulatória. Desta forma, o presente estudo tem como objetivo conhecer o perfil microbiológico salivar desses pacientes e avaliar a influência da beta-defensina (BD) e dos hormônios sexuais femininos, estradiol (E) e progesterona (P), no crescimento e produção de CSV dos microrganismos que forem identificados na microbiota bucal. Para isso, amostras de saliva de voluntárias estressadas e não estressadas do curso de Odontologia (amostras já obtidas no estudo anterior deste grupo de pesquisa) serão avaliadas quanto as quantidades de seis espécies produtoras de CSV pela técnica de PCR-tempo real. Além disso, duas das espécies bacterianas que se apresentarem em maiores quantidades serão selecionadas para avaliação dos efeitos de E, P e da BD sobre o crescimento e viabilidade de culturas planctônicas. Será utilizada a cromatografia gasosa (Oral Chroma®) para medir a concentração de CSV diretamente dos tubos de cultura, para verificar o efeito de E, P e BD sobre a produção de CSV por esses microrganismos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE LIMA, PATRICIA OLIVEIRA; NANI, BRUNO DIAS; ALMEIDA, BARBARA; MARCONDES, FERNANDA KLEIN; GROPPO, FRANCISCO CARLOS; ALVES DE MORAES, ANTONIO BENTO; FRANZ-MONTAN, MICHELLE; COGO-MUELLER, KARINA. Stress-related salivary proteins affect the production of volatile sulfur compounds by oral bacteria. ORAL DISEASES, v. 24, n. 7, p. 1358-1366, OCT 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.