Busca avançada
Ano de início
Entree

Emprego da técnica small-shuffle surrogate para compreender os níveis de determinismo dos dados de câncer

Processo: 14/20430-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 07 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 06 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação
Pesquisador responsável:Rodrigo Fernandes de Mello
Beneficiário:Anderson Caio Santos Silva
Supervisor no Exterior: Michael Small
Instituição-sede: Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Western Australia (UWA), Austrália  
Vinculado à bolsa:14/03352-8 - Emprego de ferramentas de análise de séries temporais para modelar e compreender índices de ocorrência de câncer, BP.IC
Assunto(s):Aprendizado computacional   Análise de séries temporais   Análise estatística de dados   Neoplasias

Resumo

Diversos sistemas ou outros fenômenos produzem saídas, i.e., resultados, que podem ser coletados ao longo do tempo. Fenômenos relacionados a medicina são de particular interesse devido a afetarem a qualidade de vida das pessoas. Entre esses fenômenos, há o interesse em entender sobre quais circunstâncias a doença câncer ocorre e quais seus relacionamentos com outros fatores como hábito, região geográfica, etc. Nesse contexto, este trabalho é uma extensão do projeto de iniciação científica, que analisa séries temporais em termos de determinismo e estocacidade, i.e., se elas são melhores representadas por Sistemas Dinâmicos ou pela linha da Estatística e também correlaciona índices de ocorrências de câncer afim de entender este fenômeno. Neste sentido, este trabalho utiliza ferramenta adicional, proposta pelo Prof. Michael Small, University of Western Australia, para medir níveis de determinismo de series temporais. Prof. Small aceitou receber o estudante que propõe este trabalho e fornecer a ele mais informações e ajuda para aplicar seu método em dados de câncer. Esta é uma oportunidade muito importante de fortalecer a parceria científica entre os grupos. Assim, nós esperamos entender melhor as características determinísticas de ocorrências de câncer e publicá-las através de artigos. (AU)