Busca avançada
Ano de início
Entree

O diagnóstico da integração social na crítica da razão instrumental de Max Horkheimer e Theodor Adorno

Processo: 14/16541-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2014
Vigência (Término): 26 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Marcos Severino Nobre
Beneficiário:Raphael Eduardo Alves Concli
Supervisor no Exterior: John Abromeit
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : State University of New York, Buffalo State (SUNY), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:14/00964-2 - Adaptação e autoconservação em chave freudiana: um retorno à crítica da razão instrumental de Max Horkheimer e Theodor Adorno, BP.MS
Assunto(s):Teoria crítica   Razão

Resumo

No desenvolvimento dos trabalhos de Max Horkheimer pode-se encontrar no fim da década de 1930 o início de uma transição em suas orientações teóricas, o que representaria a inauguração de um novo modelo de sua teoria crítica informado por um novo diagnóstico de tempo. Se esta reorientação é observável em textos como O Estado Autoritário (1939) e O Fim da Razão (1941) os problemas e temas ali presentes encontrariam sua elaboração mais radical em dois dos mais importantes trabalhos realizados pela tradição da teoria crítica: Dialética do Esclarecimento, escrita por Horkheimer e Theodor Adorno e Eclipse da Razão, apenas de Horkheimer, ambas publicadas em 1947.O objetivo deste projeto, portanto, é retornar a este período dos escritos de Horkheimer e Adorno, comumente conhecido como "crítica da razão instrumental", a fim de investigar a ideia de integração social ali desenvolvida. Como o primeiro passo desta investigação, relativo ao surgimento deste modelo crítico nos textos de Horkheimer da passagem da década de 1930 para a de 1940 já foi realizado, duas outras tarefas ainda permanecem: a primeira delas consiste em estabelecer a relação entre o conceito de integração e aqueles de adaptação e autoconservação, desenvolvidos ao longo da crítica da razão de Horkheimer e Adorno. O segundo passo deve ser aquele da busca por quais elementos historicamente situados ambos os autores consideram no que tange ao processo de integração social; deste modo, minha perspectiva estará direcionada na direção dos fenômenos relacionados à mídia e a cultura de massa, tais como os efeitos e modos de operação presentes na propaganda fascista. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.