Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de copolímeros com múltiplo estímulo resposta (pH/CO2), obtidos via polimerização em emulsão para fabricação de carpete reciclável

Processo: 14/18394-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 10 de junho de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Maurício Pinheiro de Oliveira
Beneficiário:Erick Gabriel Ribeiro dos Anjos
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Polimerização   Copolímeros   Nanopartículas poliméricas   Fibras   Reciclagem   Aproveitamento de subprodutos

Resumo

Atualmente, 35% da produção de carpetes é composta por aparas e sobras do processo de fabricação, as quais são incineradas ou dispostas em aterros sanitários. Neste contexto, a obtenção de copolímeros com múltiplo estímulo resposta, com propriedades de reemulsificação/redispersão do filme polimérico para posterior reutilização das fibras do carpete e do copolímero é de grande interesse acadêmico e industrial. Este projeto tem como objetivo sintetizar copolímeros com multi-estímulo resposta para produção de carpetes, visando à reutilização das fibras e das nanopartículas poliméricas para produção de novos materiais. As nanopartículas poliméricas serão obtidas via copolimerização em emulsão dos monômeros: estireno (STy), acrilato de n-butila (ABu) e dimetacrilato de etileno glicol (EGDMA). Como estabilizante polimérico, será empregado um copolímero de ácido metacrílico (AMA) e N,N-dietilaminoetil metacrilato (DEAEMA). As nanopartículas poliméricas serão caracterizadas em relação a conversão global, diâmetro médio de partícula, distribuição do tamanho de partículas, microscopia eletrônica de transmissão (TEM), potencial zeta, massa molar e sensibilidade ao pH/CO2. As propriedades mecânicas dos filmes serão determinadas via análise dinâmico-mecânica (DMA) e as propriedades térmicas serão analisadas via calorimetria diferencial de varredura (DSC). Os copolímeros em dispersão aquosa serão empregados na produção dos carpetes, os quais serão avaliados em relação à estabilidade mecânica das peças e a reemulsificação do filme formado. Este projeto está integrado ao auxílio FAPESP, processo No 2013/25619-3 e será será desenvolvido com apoio técnico da BASF e do grupo de polímeros do ICT-UNIFESP para o processamento dos carpetes.