Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de resíduos de pesticidas e protozoários patogênicos em água de abastecimento público no estado de São Paulo

Processo: 14/19510-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Adelaide Cassia Nardocci
Beneficiário:Bruno Kuchkarian
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50016-3 - Avaliação de resíduos de pesticidas e protozoários patogênicos em água de abastecimento público no estado de São Paulo, AP.PP.SUS
Assunto(s):Agrotóxicos   Saúde ambiental   Contaminantes químicos da água   Riscos ambientais

Resumo

Introdução: A quantificação de contaminantes emergentes nos sistemas aquáticos é uma questão chave para avaliar o seu comportamento no ambiente e sua importância do ponto de vista de exposição humana bem como subsidiar os estudos de possíveis efeitos destas exposições à saúde da população. Objetivo: Avaliação de resíduos de pesticidas e dos protozoários patogênicos - Crypostoprodium e Giardia - em água de abastecimento público no Estado de São Paulo, visando subsidiar as ações de vigilância da qualidade da água. Método: Para análise dos resíduos de pesticidas será realizada coleta mensal de amostras de água no ponto de captação e na saída do tratamento de água de abastecimento, pelo período de 1 ano, em 26 municípios do estado de São Paulo. As análises serão realizadas no Laboratório da Embrapa-Meio Ambiente, em Jaguariúna (SP), laboratório acreditado pelo INMETRO segundo NBR17.025. Serão analisados 40 pesticidas selecionados de acordo com as culturas existentes nos respectivos municípios e propriedades físico-químicas que favorecem o seu transporte até os mananciais superficiais. Para quantificação de Crypostoprodium e Giardia serão coletadas amostras mensais em 11 municípios, pelo período de 1 ano. As amostras serão analisadas de acordo com método 1623/2005 da USEPA e realizadas no Laboratório de Análises Biológicas da Faculdade de Saúde Pública em São Paulo. Resultados esperados: Dados primários da presença de resíduos de dezenas pesticidas e de protozoários emergentes em mananciais superficiais. Consolidação de subsídios técnicos para a avaliação e aprovação dos planos de amostragem de pesticidas e de Cryptosporidium e Giardia em água para consumo humano no Estado de São Paulo por parte dos serviços de vigilância. (AU)