Busca avançada
Ano de início
Entree

Carreiras burocráticas em secretarias de cultura: São Paulo e Rio de Janeiro

Processo: 14/09857-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Estado e Governo
Pesquisador responsável:George Avelino Filho
Beneficiário:Rosangela Francisca de Paula
Instituição-sede: Escola de Economia de São Paulo (EESP). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/15658-1 - As instituições políticas subnacionais: um estudo comparativo dos estados brasileiros, AP.TEM
Assunto(s):Administração pública   Burocracia   Coalizão   Governo estadual   São Paulo   Rio de Janeiro

Resumo

A ideia dessa pesquisa é analisar como são estruturadas as carreiras burocráticas em secretarias de cultura nos dois estados acima identificados, bem como entender quem são os típicos funcionários de carreira dessa área nos governos estaduais. Trata-se de um tema ainda muito pouco estudado, até mesmo no nível federal, e com ligação com o objeto central do projeto temático no qual esta iniciação científica está inserida. Este projeto também tenta aprofundar a literatura sobre formação de coalizões ao tentar aprofundar o que significa o termo "técnico" comumente utilizado para designar nomeações não-partidárias para cargos de confiança, secretarias e ministérios. "Técnico", neste caso, pode ser um burocrata ligado a uma carreira ou simplesmente um burocrata concursado, não ligado a uma carreira específica.