Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisão taxonômica das planárias terrestres de Geoplana (Platyhelminthes, Tricladida)

Processo: 14/16585-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Fernando Jesús Carbayo Baz
Beneficiário:Ana Laura Almeida dos Santos
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Análise cladística   Geoplana   Platyhelminthes   Platelmintos terrestres   Tricladida   Histologia

Resumo

Revisão taxonômica das planárias terrestres de Geoplana (Platyhelminthes, Tricladida). Planárias terrestres (Platyhelminthes) são organismos ideais para serem utilizados como modelo em estudos de bioconservação em face de suas limitações ecológicas e escassa vagilidade. Membros de Geoplaninae incluem ao redor de 270 espécies de planárias terrestres, todas neotropicais. Geoplana stimpson, 1857, seu gênero-tipo, é atualmente composto por três espécies nominais e ao menos um número equivalente de espécies não descritas. A espécie-tipo do gênero, Geoplana vaginuloides (Darwin, 1844), é supostamente polifilética. Desta forma, sua circunscrição é necessária para estabilizar a taxonomia da subfamília. Darwin coletou esta e outra espécie no Rio de Janeiro (RJ); porém desconhece-se o paradeiro do material tipo estudado por ele. Este projeto tem por objetivo fazer uma revisão taxonômica do gênero utilizando dados fenotípicos e genotípicos. Esta revisão incluirá o exame da série-tipo das espécies para as quais este material estiver disponível e espécimes utilizados por autores que contribuíram ao longo da história taxonômica do gênero; também serão estudados exemplares coletados recentemente ou que serão coletados durante a execução deste projeto e que pertencem tanto às três espécies conhecidas como outras espécies não descritas pela Ciência. O critério operacional para a delimitação de espécies putativas dependerá da evidência de monofilia em conjunção com caracteres diagnósticos - preferencialmente morfológicos. O protocolo analítico inclui a análise cladística dos haplótipos atribuídos ao gênero, e a busca de atributos genotípicos e fenotípicos que possibilitem a diagnose de clados que possam ser correlacionados às espécies nominais disponíveis ou espécies novas. Os dados genotípicos serão extraídos da região mitocondrial correspondente ao gene citocromo oxidase I e do gene nuclear. Fator de elongação 1-alfa. Dados fenotípicos serão obtidos do exame macroscópico dos indivíduos (i.e., atributos morfológicos gerais, bem como padrões cromáticos) e o estudo sob microscopia óptica de cortes histológicos seriais. Este estudo promoverá o alicerce taxonômico necessário para refinar a sistemática do grupo e possibilitará uma melhor compreensão deste componente de nossa diversidade biológica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALMEIDA, ANA LAURA; MARQUES, FERNANDO P. L.; CARBAYO, FERNANDO. Endless forms most beautiful: taxonomic revision of the planarian Geoplana vaginuloides (Darwin, 1844) and discovery of numerous congeners (Platyhelminthes: Tricladida). ZOOLOGICAL JOURNAL OF THE LINNEAN SOCIETY, v. 185, n. 1, p. 1-65, JAN 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.