Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação entre as condições climáticas e atmosféricas com a eficiência de painéis solares na cidade de Sorocaba-SP

Processo: 14/17127-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Antonio Cesar Germano Martins
Beneficiário:Everton Luis de Souza Brito Marcon
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Energia solar   Mudança climática   Circulação atmosférica   Painéis solares fotovoltaicos   Geração de energia elétrica   Luz solar   Sistemas fotovoltaicos   Eficiência energética   Sorocaba (SP)

Resumo

O crescimento da população tem levado a um aumento considerável da demanda por energia seja nas residências, indústrias ou hospitais. Considerando-se que a disponibilidade de energia está diretamente ligada ao bem estar e qualidade de vida, deve-se garantir que esta demanda seja atendida. Para isto é importante que sejam estudados e instalados sistemas de geração de energia que permitam que se atinja este objetivo. No caso de uso da luz solar para a geração de energia elétrica, para se buscar a maior eficiência na geração é importante que se tenha o máximo fluxo de luz incidente e o material da célula permita grande absorção desta. Diversos estudos recentes tem mostrado que questões atmosféricas, climáticas e geográficas tem um grande impacto na eficiência dos painéis solares. Dentre as questões atmosféricas destaca-se a presença de poeira que pode acarretar uma perda maior de eficiência na geração de energia no caso de período de baixa incidência de chuva ou de altas umidades relativas do ar que facilitam a permanência e aderência de partículas nas superfícies dos painéis. Além disto, a presença de pássaros na região onde esteja instalado um painel é um potencial redutor na eficiência de geração devido a possibilidade de que fezes destes pássaros caiam sobre a superfície do painel criando regiões de baixa eficiência ou ausência de conversão. Em um estudo recentemente realizado em painéis solares na cidade de Brighton na Grã Bretanha, mostrou-se que existe uma considerável discrepância entre as saídas previstas e reais de um sistema fotovoltaico devido a uma falta de conhecimento das condições atmosféricas, climáticas e geográficas das regiões onde são instalados os painéis coletores. Neste sentido, este projeto de pesquisa visa o levantamento da correlação entre a eficiência de um painel solar e as seguintes variáveis que caracterizam as condições climáticas e atmosféricas na cidade de Sorocaba: temperatura, irradiação, umidade do ar, chuvas e quantidade de poeira depositada. Além disto, será também verificada a correlação entre a geração de energia e as condições das superfícies dos painéis.