Busca avançada
Ano de início
Entree

Saliva como método diagnóstico da fibrose cística

Processo: 14/00611-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Carlos Emilio Levy
Beneficiário:Aline Cristina Gonçalves
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Fibrose cística   Saliva   Pediatria

Resumo

Introdução: a fibrose cística (FC) é basicamente, caracterizada pelo defeito no transporte iônico através da membrana celular nas células epiteliais das vias aéreas, pâncreas, glândulas salivares, sudoríparas, intestino e aparelho reprodutor, resultando em secreções mucosas muito espessas e viscosas, que causam obstrução ao nível de ductos e canalículos glandulares. Determinadas doenças sistêmicas, como a FC, podem comprometer o funcionamento das glândulas salivares e consequentemente a produção de saliva, influenciando tanto na quantidade de saliva produzida quanto na qualidade deste fluído, uma vez que, pode afetar os constituintes químicos e as propriedades físicas da mesma. A razão para a grande variabilidade dos efeitos da FC na glândula salivar é desconhecida. Muitos desses estudos foram realizados antes de se determinar a natureza das mutações que se relacionam com a gravidade da doença. O teste conclusivo para FC é a determinação dos eletrólitos no suor, sendo esta análise já utilizada há mais de 50 anos. Atualmente, são aceitos intervalos de referência universais para cloretos no suor, sendo aplicáveis a todos os pacientes, indiferentemente de sexo ou idade. O Teste do Suor, a iontoforese, é realizado pela análise iônica quantitativa do suor estimulado pela pilocarpina. Objetivos: analisar a sensibilidade, especificidade e acurácia da dosagem de eletrólitos pela técnica do eletrodo íon seletivo (equipamento utilizado na gasometria) na saliva para o diagnóstico da fibrose cística; comparar os níveis cloro e sódio do suor pela técnica de iontoforese com os mesmos íons da saliva pela técnica de eletrodo íon seletivo, tanto no grupo de pacientes com fibrose cística como no grupo de indivíduos sem a doença; verificar e comparar os níveis de cloreto e sódio da saliva com os mesmos íons do suor, usando a técnica de eletrodo íon seletivo (gasometria); comparar a técnica de eletrodo íon seletivo com a de titulometria e fotometria de chama para análise de cloro e sódio, tanto no suor como na saliva. Casuística e método: estudo caso controle pareado por idade. As amostras de saliva de cada indivíduo serão analisadas pela técnica de eletrodo íon seletivo e Titulometria para dosagem do cloro e fotometria para dosagem do sódio. As 02 amostras de suor de cada paciente serão analisadas pelas técnicas padronizadas de titulometria (cloro) e fotometria de chama (sódio), e pela técnica do eletrodo íon seletivo. Os dados serão processados e armazenados no banco de dados criado pelo software Statistical Package for Social Sciences® (SPSS) for Windows versão 17. O nível de significância do estudo de 5% será submetido à análise descritiva para obtenção das frequências absoluta e correlação das variáveis analisadas. O teste de Mann Whitney será usado para avaliar as diferenças entre os resultados do cloreto e sódio na saliva (eletrodo íon seletivo, titulometria pra o cloreto e fotometria de chama para o sódio) obtido no grupo de pacientes com FC e indivíduos sem fibrose cística, o mesmo será feito com os resultados do suor (eletrodo íon seletivo, titulometria pra o cloreto e fotometria de chama para o sódio), com nível de significância de 5%. A curva ROC será aplicada para medir a sensibilidade, especificidade e determinar o ponto de corte (Cut-off) dos íons cloro e sódio da saliva pelas técnicas de eletrodo íon seletivo (gasometria), titulometria (cloreto) e fotometria de chama (sódio), já para o suor a curva ROC será aplicada somente para os resultados da técnica eletrodo íon seletivo (gasometria). Resultados esperados: Comprovar a eficiência da análise do cloro e sódio da saliva pela técnica de eletrodo íon seletivo (equipamento de gasometria), assim validar método. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALINE CRISTINA GONÇALVES; FERNANDO AUGUSTO LIMA MARSON; REGINA MARIA HOLANDA MENDONÇA; CARMEN SÍLVIA BERTUZZO; ILMA APARECIDA PASCHOAL; JOSÉ DIRCEU RIBEIRO; ANTÔNIO FERNANDO RIBEIRO; CARLOS EMÍLIO LEVY. Chloride and sodium ion concentrations in saliva and sweat as a method to diagnose cystic fibrosis. Jornal de Pediatria, v. 95, n. 4, p. 443-450, Ago. 2019. Citações Web of Science: 1.
MARIANA ZORRÓN MEI HSIA PU; FLÁVIA CORRÊA CHRISTENSEN-ADAD; ALINE CRISTINA GONÇALVES; WALTER JOSÉ MINICUCCI; JOSÉ DIRCEU RIBEIRO; ANTONIO FERNANDO RIBEIRO. Insulin therapy in patients with cystic fibrosis in the pre-diabetes stage: a systematic review. Revista Paulista de Pediatria, v. 34, n. 3, p. -, Set. 2016.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GONÇALVES, Aline Cristina. Dosagem de cloreto e sódio na saliva pela técnica do eletrodo íon seletivo direto : uma possibilidade para o diagnóstico da fibrose cística. 2017. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.