Busca avançada
Ano de início
Entree

Tradução da versão original (1602) do "Appendice della política detta la città del Solé di FRA' Tommaso Campanella - diálogo poético" - consolidação e término

Processo: 14/14962-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 05 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 04 de julho de 2015
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Estrangeiras Modernas
Pesquisador responsável:Carlos Eduardo Ornelas Berriel
Beneficiário:Carlos Eduardo Ornelas Berriel
Anfitrião: Claudio de Boni
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università degli Studi di Firenze, Itália  
Assunto(s):Pensamento social   Literatura italiana   Utopia

Resumo

O objetivo deste Projeto é a consolidação e término de uma tradução da versão original, de 1602, do Appendice della politica detta La Città del Sole di fra' Tommaso Campanella - Dialogo poetico, ainda inédita em português, já que a edição brasileira é uma versão mutilada do original. Esta tradução, já parcialmente realizada, requer entretanto um trabalho de revisão, consolidação e término tanto da tradução quanto do sistema de notas críticas e históricas, além da tradução adicional da Questione quarta sull'ottima repubblica, com idêntico sistema de notas. Este estudo guardará especial atenção à teoria política campanelliana e à sua filiação problemática à filosofia natural de Bernardino Telesio, teocrática e ao mesmo tempo comunista. Campanella escreveu A Cidade do Sol em italiano, em 1602, durante seu cativeiro em Nápoles. Trata-se de sua obra política mais conhecida, na qual expos a sua república ideal, baseada numa interpretação da filosofia da natureza de Telesio. Em 1607 um exemplar manuscrito com a tradução latina feita pelo próprio Campanella foi entregue a Caspar Schoppe, que a divulgou na Itália e na Alemanha. Enviada a Tobia Adami em 1619, a Civitas Solis foi impressa pela primeira vez em Frankfurt em 1623. O original italiano, entretanto, foi esquecido por muito tempo, e apenas em 1904 Edmondo Solmi fez aparecer em Módena o texto em italiano da Cidade do Sol. Foi preciso esperar 1941 e a transcrição de Norberto Bobbio para surgir um texto confiável, fundamentado na leitura de dez dos onze manuscritos então conhecidos. Luigi Firpo ainda descobriu quatro novas versões manuscritas. Graças às suas correções e a algumas divergências na escolha das variantes, a edição de Luigi Firpo da Cidade do Sol é mais completa com relação ao texto estabelecido por Norberto Bobbio, e é a partir desta versão que trabalharemos para a tradução em língua portuguesa. É este projeto que submeto à Fapesp visando a obtenção de Bolsa Pesquisa no Exterior (BPE), a ser realizada no Dipartimento di Scienze Politiche e Sociali, área de Storia delle dottrine politiche da Università Degli Studi di Firenze, Itália, sob a supervisão do Prof. Dr. Claudio De Boni, de janeiro a julho de 2015.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.