Busca avançada
Ano de início
Entree

Lina na construção do projeto moderno no Brasil

Processo: 13/27148-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Lizete Maria Rubano
Beneficiário:Luiz Gustavo Sobral Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Instituto Presbiteriano Mackenzie. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Arquitetura brasileira   Arquitetura moderna   Modernismo no Brasil   Projeto de arquitetura   Análise de conteúdo   Século XX   Lina Bo Bardi (1914-1992)

Resumo

A pesquisa tem como perspectiva a análise da obra da arquiteta Lina Bo Bardi a partir da contextualização de suas formulações conceituais e projetuais no conjunto de ideias que fizeram parte da conformação da arquitetura moderna no Brasil. Na casa de vidro (1950-1951) a fusão de duas reflexões aparentemente opostas em um único projeto (a caixa de vidro sobre pilotis e o bloco tradicional assentado no terreno), exemplificaria - de antemão- uma insatisfação com as pautas modernas que, naquele momento, haviam caminhado, segundo ela, para uma condição preponderantemente estilística. Os elementos da casa que remetem ao popular e ao local apresentam-se como uma possibilidade nova de projeto que começa a ser maturada pela arquiteta.No processo de permanência e transformação, que caracterizou o início do (com a alteração das formas de se produzir a vida material e com o movimento moderno, que vai expressar técnica, espacial e esteticamente um "novo tempo" de um "novo homem"), o Brasil situou-se de maneira singular: como diz Luiz Recamán, na "ausência de um real avanço industrial e tecnológico", nossa arquitetura era muito mais representação "antecipadora de um futuro que se apresentava inevitável", do que expressão de uma determinada estrutura social construída historicamente.Lina, pela formação, porque migra e porque percorre um Brasil real (que ela identifica como potente culturalmente) constrói alternativas às principais construções teóricas que caracterizaram a arquitetura moderna no Brasil.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)