Busca avançada
Ano de início
Entree

Mediadores e mecanismos envolvidos no processo de sensibilização e dessensibilização a picadas do mosquito Aedes aegypti

Processo: 14/14379-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Anderson de Sá Nunes
Beneficiário:Leila Santos Neto
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/09892-6 - Imunoma funcional da saliva de Aedes aegypti, AP.JP
Assunto(s):Insetos hematófagos   Saliva   Vetores de doenças   Aedes aegypti   Proteínas e peptídeos salivares   Hipersensibilidade   Dessensibilização   Imunomodulação

Resumo

Mosquitos hematófagos representam o grupo de vetor artrópode mais importante na transmissão de doenças infecciosas e parasitárias para o homem. Fêmeas da espécie Aedes aegypti são vetores de doenças como vetor da dengue, febre amarela e febre Chikungunya. Durante o repasto sanguíneo, os mosquitos hematófagos necessitam lidar com os desafios apresentados pelo hospedeiro vertebrado: a barreira da hemostasia e seu sistema imunológico. Para tanto, a saliva desses vetores apresenta atividades anti-agregante de plaquetas, vasodilatadora, anticoagulante, anti-inflamatória e imunomoduladora. Alguns estudos sugerem que as proteínas encontradas na saliva de fêmeas do gênero Aedes infectados podem aumentar a transmissão e infecção viral. Outros estudos mostram que o coquetel salivar é capaz de sensibilizar o homem, embora boa parte dos indivíduos apresente dessensibilização às proteínas salivares no longo da vida. Nosso grupo vem estudando o chamado "imunoma funcional" da saliva de Ae. aegypti, painel das atividades imunomoduladoras da saliva dessa espécie e resultados recentes sugerem que o processo de sensibilização e dessensibilização podem ser reproduzidos em modelo murino. Assim, o presente projeto tem como objetivo avaliar os mediadores e mecanismos imunológicos envolvidos nos processos de sensibilização e dessensibilização aos componentes salivares do mosquito Ae. aegypti. Modelos experimentais de inflamação aguda e crônica serão empregados para estudar esses processos e também avaliaremos o fitness biológico dos mosquitos ao se alimentarem nesses hospedeiros. Além disso, uma comparação entre o perfil de resposta humoral em camundongos e seres humanos será realizado utilizando-se soro dessas duas espécies. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NETO, Leila Santos. Mediadores e mecanismos envolvidos no processo de sensibilização e dessensibilização a picadas do mosquito Aedes aegypti.. 2018. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.