Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial terapêutico de nanopartículas de ouro ferromagnéticas em ratos com artrite reumatóide

Processo: 14/06744-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Fernando Barbosa Júnior
Beneficiário:Maria Fernanda Hornos Carneiro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Inflamação   Ouro   Artrite reumatoide   Nanotecnologia

Resumo

A artrite reumatóide (AR) é uma doença crônica inflamatória sistêmica, auto-imune e sem cura que acomete os tecidos sinoviais gerando dor, rigidez e inflamação. Medicamentos contendo o metal ouro (Au) têm demonstrado bons resultados na melhora dos sintomas da AR. No entanto, devido à elevada toxicidade do metal e sua ampla distribuição pelos tecidos, vários efeitos colaterais são observados durante o tratamento. Mais recentemente, os nanomateriais vêm ganhando expressiva atenção, principalmente pelas suas características físico-químicas que conferem ação mais potente e consequente redução da quantidade aplicada, além do seu potencial para ligação a sistemas inteligentes - que podem tanto controlar a liberação como direcionar ao alvo de interesse. Na presente proposta, pretende-se avaliar o potencial terapêutico de nanopartículas de Au ligadas a nanopartículas de óxido de ferro superparamagnéticas (SPIONs) - em ratos com AR induzida por colágeno. Após a administração das SPIONs contendo nanopartículas de Au aos animais, o ouro será direcionado à região lesionada pela aplicação de um campo magnético externo (imã de neodímio). Para tal, ratos Wistar machos adultos com e sem AR induzida serão divididos nos seguintes grupos de tratamento (n=6/grupo): 1) Controles negativos (sem indução de AR); 2) Controles positivos (com indução de AR, tratamento com SPIONS sem Au); 3) SPIONs contendo Au; 4) Nanopartículas de Au coloidal e 5) Metotrexato (0,1 mg/kg). Para avaliação da eficiência no tratamento, vários parâmetros serão avaliados, tais como: concentração de citocinas (IL-1 e IL-6 e TNF-±) e contagem de leucócitos no lavado sinovial intra-articular do joelho, medição do edema, enzimas hepáticas no soro, avaliação do estado redox (concentrações de F2 isoprostanos e glutationa, e atividades de glutationa peroxidase e catalase), distribuição de Au nos tecidos (fígado, rim e baço), avaliação histopatológica do tecido articular e análises de genotoxicidade (micronúcleo e cometa). No que tange à AR, o presente estudo possui um papel importante, já que a terapia proposta (nanopartículas de Au ligadas a SPIONs e sua focalização no tecido injuriado através do imã de neodímio) é constituída de uma metodologia bastante simples e prática, além de potencialmente eficaz. Além disso, de forma igualmente relevante, pela característica diamagnética das partículas e da própria utilização do imã, ter-se-á a minimização dos efeitos colaterais - tão prevalentes no processo terapêutico convencional da AR - já que haverá focalização e direcionamento do agente terapêutico à região afetada, algo nunca antes realizado na AR. Assim, a terapia proposta presentemente poderia ser facilmente adaptada para utilização em seres humanos - após os procedimentos éticos e testes necessários - o que possibilitaria aumento da qualidade de vida aos indivíduos acometidos pela AR. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HORNOS CARNEIRO, MARIA FERNANDA; MACHADO, ANA RITA T.; ANTUNES, LUSANIA M. G.; SOUZA, TALITA E.; FREITAS, VICTOR A.; OLIVEIRA, LUIZ C. A.; RODRIGUES, JAIRO L.; PEREIRA, MARCIO C.; BARBOSA, FERNANDO. Gold-Coated Superparamagnetic Iron Oxide Nanoparticles Attenuate Collagen-Induced Arthritis after Magnetic Targeting. BIOLOGICAL TRACE ELEMENT RESEARCH, v. 194, n. 2, p. 502-513, APR 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.