Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do papel do remodelador de cromatina CHD7 na manutenção e radioresistencia das células tronco tumorais em glioblastoma multiforme

Processo: 14/21614-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Mari Cleide Sogayar
Beneficiário:Raquel Arminda Carvalho Machado
Supervisor no Exterior: Michael Weller
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University Hospital Zurich, Suíça  
Vinculado à bolsa:13/23271-0 - Análise funcional do remodelador de cromatina Chd7 em glioblastoma multiforme, BP.DR
Assunto(s):Glioblastoma   Oncologia

Resumo

Desde que mutações no gene CHD7 foram apontadas como a principal causa da síndrome de CHARGE em humanos, esta proteína começou a ser mais estudada do ponto de vista funcional, no entanto, não se encontram ainda disponíveis relatórios demonstrando a associação da proteína correspondente com o desenvolvimento ou a manutenção de tumores cerebrais. Experimentos anteriores realizados no nosso laboratório sugerem que CHD7 mRNA está presente, em níveis elevados, em diferentes linhagens celulares de glioma, bem como em amostras de pacientes de diferentes graus de malignidade, quando comparadas com cérebro normal. Além disso, análise do banco de dados do TCGA mostra que os níveis de expressão da CHD7 se correlaciona positivamente com a expressão de vários genes relacionados com a manutenção das caracteríticas fundamentais das células tronco. Células-tronco cancerosas ou células iniciadoras de tumor são um subconjunto de células tumorais que possuem propriedades de células-tronco, tais como a auto-renovação, capaciadade de se diferenciar em diferentes tipos celulares e são altamente eficientes na indução do desenvolvimento de xenotransplantes tumorais in vivo. Estudos indicam que as células-tronco de glioblastoma (GSCs) são mais resistente a quimioterapia convencional e radioterapia, e portanto, acredita-se que estas células desempenham um papel crítico na iniciação do tumor, infiltração e recorrência. Para compreender o papel da CHD7 em tumor no cérebro humano, este projeto tem como objetivo investigar se CHD7 é funcionalmente associado com a manutenção das GSCS. Além disso, vamos verificar o efeito da downregulação e da super-expressão de CHD7 mediada por transdução lentiviral e in vivo através da injeção orthotopical de GSCS em camundongos NUDE. Esperamos que nossa pesquisa possa contribuir significativamente para uma melhor compreensão dos mecanismos moleculares subjacentes ao papel do remodelador de cromatina CHD7 e para o melhor entendimento das vias celulares e redes de regulação transcricional associados ao câncer. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MACHADO, RAQUEL A. C.; SCHNEIDER, HANNAH; DEOCESANO-PEREIRA, CARLOS; LICHTENSTEIN, FLAVIO; ANDRADE, FERNANDO; FUJITA, ANDRE; TROMBETTA-LIMA, MARINA; WELLER, MICHAEL; BOWMAN-COLIN, CHRISTIAN; SOGAYAR, MARI CLEIDE. CHD7 promotes glioblastoma cell motility and invasiveness through transcriptional modulation of an invasion signature. SCIENTIFIC REPORTS, v. 9, MAR 8 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.