Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação dos fatores de transcrição envolvidos na regulação da expressão do gene HBG1 usando modelos de camundongos beta-YAC e células humanas CD34+ com persistência hereditária de hemoglobina fetal não delecional tipo brasileira

Processo: 14/17413-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 30 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 22 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Fernando Ferreira Costa
Beneficiário:Carolina Ayumi Braghini
Supervisor no Exterior: Kenneth Richard Peterson
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Kansas Medical Center (KUMC), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/07869-0 - Investigação do papel dos fatores de transcrição YY1 e PAX1 nos mecanismos moleculares envolvidos na persistência hereditária de hemoglobina fetal não delecional tipo brasileira, BP.DR
Assunto(s):Hemoglobina fetal

Resumo

A persistência hereditária da hemoglobina fetal (PHHF) é uma condição caracterizada pela síntese elevada de gamma-globina em células eritróides de adultos, que normalmente apresentam apenas níveis muito baixos de hemoglobina fetal (HbF), devido a uma falha no switching de HbF para hemoglobina adulta (HbA). A hemoglobina fetal é um importante modificador genético da heterogeneidade fenotípica em pacientes com as principais hemoglobinopatias-²: anemia falciforme e talassemia-². Assim, as pesquisas concentram-se em elucidar os mecanismos envolvidos na manutenção ou ativação da expressão dos genes HBG1 (globina gama A) e HBG2 (globina gama G) por terapia medicamentosa ou gênica. Muitos estudos têm demonstrado o papel de fatores de transcrição estágio-específicos no switching de hemoglobina, indicando o potencial uso terapêutico desses fatores de transcrição no tratamento de hemoglobinopatias. Uma vez que existem muitas mutações que afetam direta ou indiretamente a ligação de fatores de transcrição na PHHF, neste estudo, vamos analisar as proteínas que se ligam no local da mutação -195 C>G no gene HBG1 na PHHF não-delecional tipo brasileira, usando camundongos transgênicos com cromossomo artificial de levedura contendo o locus da ²-globina humana (²-YAC) e células derivadas destes, e células progenitoras eritróides humanas CD34+. Para este estudo, iremos combinar marcação isotópica estável de extratos nucleares de células eritroides, pull down de proteínas em interação com oligonucleotídeos marcados com biotina e espectrometria de massa (MS) para a detecção de proteínas específicas associadas ao promotor do gene HBG1. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRAGHINI, CAROLINA A.; COSTA, FLAVIA C.; FEDOSYUK, HALYNA; NEADES, RENEE Y.; NOVIKOVA, LESYA V.; PARKER, MATTHEW P.; WINEFIELD, ROBERT D.; PETERSON, KENNETH R. Generation of non-deletional hereditary persistence of fetal hemoglobin beta-globin locus yeast artificial chromosome transgenic mouse models:-175 Black HPFH and-195 Brazilian HPFH. Experimental Biology and Medicine, v. 241, n. 7, p. 697-705, APR 2016. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.