Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de produto visando alta biodisponibilidade de carotenoides a partir de frutas nativas do Brasil

Processo: 14/15119-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 01 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Solange Guidolin Canniatti Brazaca
Beneficiário:Paulo Roberto de Araujo Berni
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/13355-0 - Estudo da bioacessibilidade in vitro de carotenoides em emulsões contendo extratos de pitanga (Eugenia uniflora) e buriti (Mauritia flexuosa) através de um sistema dinâmico de simulação gastrointestinal., BE.EP.DR
Assunto(s):Ciência de alimentos   Biodisponibilidade   Desenvolvimento de produtos   Carotenoides   Frutas

Resumo

O Brasil é o país detentor da maior biodiversidade do planeta, sétima economia mundial e grande produtor de alimentos. Entretanto, possui um sistema alimentar basicamente agrário pouco industrializado e que pouco conhece e cultiva os vegetais originários de seus biomas. O desenvolvimento sustentável, principalmente a conservação da biodiversidade, passa necessariamente pelo conhecimento cientifico e tecnológico das espécies nacionais. As frutas são cada vez mais conhecidas por serem ricas fontes de nutrientes e compostos bioativos capazes de prevenir doenças. Frutas tropicais, em especial as nativas brasileiras, podem conter quantidades consideráveis de carotenoides que possuem ação antioxidante, anti-inflamatória, provitamina A e anticâncer, como ²-caroteno e licopeno. Muitas pesquisas estão estabelecendo e explicando as relações entre a alimentação e a manutenção da saúde com a promoção da qualidade de vida. Porém, o aproveitamento destes conhecimentos no desenvolvimento de novos produtos que atendam às necessidades da vida moderna e ao mesmo tempo promovam a saúde é ainda incipiente. Na pesquisa e desenvolvimento, tradicionalmente, foca-se no aumento da eficiência dos processos, redução dos custos, aproveitamento de matérias-primas e resíduos e, eventualmente, na melhoria da qualidade nutricional e sensorial. Recentemente alguns grupos de pesquisadores estão propondo novos modelos focados em resultados, em especial na preservação das propriedades naturais das matérias primas. Somente com abordagens multidisciplinares serão possíveis inovações nos sistemas alimentares capazes de superar os desafios do cotidiano, otimizar o aproveitamento de alimentos, conhecer e preservar a biodiversidade e, acima de tudo, contribuir com o bem-estar das populações. O presente projeto busca conhecer melhor algumas das frutas nativas do Brasil e aplicar as informações obtidas no desenvolvimento de novos produtos. Dentre as características estudadas estão: o perfil e a biodisponibilidade dos carotenoides, a ação antioxidante e a ação anti-inflamatória. Serão aplicadas estratégias na obtenção produtos com as frutas estudadas de maneira que suas propriedades de prevenção de doenças sejam preservadas ou aumentadas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BERNI, PAULO; CAMPOLI, STEPHANIE S.; NEGRI, TALITA C.; DE TOLEDO, NATALY M. V.; CANNIATTI-BRAZACA, SOLANGE G. Non-conventional Tropical Fruits: Characterization, Antioxidant Potential and Carotenoid Bioaccessibility. PLANT FOODS FOR HUMAN NUTRITION, v. 74, n. 1, p. 141-148, MAR 2019. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BERNI, Paulo Roberto de Araujo. Desenho estrutural da matriz alimentar para modulação da bioacessibilidade de carotenoides de frutas nativas do Brasil após a triagem de onze frutas tropicas não-convencionais. 2018. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.