Busca avançada
Ano de início
Entree

Diferenciação de células-tronco mesenquimais do cordão umbilical em queratinócitos: estudo da biologia da epiderme e perspectivas para a compreensão do desenvolvimento de doenças

Processo: 13/23245-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Mariana da Silva Araujo
Beneficiário:Jeniffer Farias dos Santos
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Queratinócitos   Diferenciação   Células-tronco   Calicreínas teciduais   Epiderme   Diferenciação celular

Resumo

A pele é o manto de revestimento do organismo e isola os componentes orgânicos do meio exterior. A pele humana é formada, essencialmente, por três camadas: a epiderme, a derme e a tela subcutânea. As células da epiderme, os queratinócitos, se renovam constantemente, porém, algumas condições patológicas, tais como a psoríase, podem afetar a proliferação e a diferenciação dessas células. Diferentes abordagens têm sido propostas para se estudar os eventos envolvidos na diferenciação dos queratinócitos. Nesse contexto, emergem as células-tronco, cujo potencial de auto renovação e a capacidade de originar linhagens celulares com diferentes funções têm permitido aplicações terapêuticas dessas células, bem como o estudo de processos biológicos. Uma importante fonte de células-tronco é o sangue de cordão umbilical (SCU) humano, formado por componentes hematopoéticos e não hematopoéticos (mesenquimais), cuja obtenção envolve um procedimento seguro e simples. Tendo em vista o fato de queratinócitos diferenciados a partir de células-tronco epiteliais serem considerados de difícil isolamento, interessamo-nos em avaliar o potencial de diferenciação das células-tronco mesenquimais do SCU em queratinócitos, além de estudar alguns eventos moleculares envolvidos nesse processo como a expressão marcadores de células epidérmicas (p63, citoqueratinas 5 e 10), além da expressão e atividade de diferentes proteases, como as calicreínas 5, 6 e 7. O desenvolvimento de protocolos de diferenciação de células-tronco em queratinócitos poderá fornecer ferramentas úteis para o estudo da biologia da pele em modelos in vitro.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, JENIFFER FARIAS; BORCARI, NATHALIA RUDER; ARAUJO, MARIANA DA SILVA; NUNES, VIVIANE ABREU. Mesenchymal stem cells differentiate into keratinocytes and express epidermal kallikreins: Towards an in vitro model of human epidermis. Journal of Cellular Biochemistry, v. 120, n. 8, p. 13141-13155, AUG 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.