Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de órbitas para missões científicas em torno de corpos celestes naturais

Processo: 13/26652-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial - Dinâmica de Vôo
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Rodolpho Vilhena de Moraes
Beneficiário:Josué Cardoso dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/21023-6 - Dinâmica de satélites artificiais, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):15/18881-9 - Investigação da dinâmica roto-translacional: reduções e intermediárias, BE.EP.DR
Assunto(s):Satélites artificiais   Trajetórias e órbitas   Corpos celestes   Exploração espacial

Resumo

Neste trabalho busca-se a elaboração de teorias, a construção de programas computacionais e a obtenção de condições dinâmicas favoráveis que podem ser utilizados no planejamento de missões aeroespaciais e científicas no que se refere à estabilidade de órbitas de satélites artificiais em torno de corpos celestes naturais. Os estudos se referem ao movimento translacional de corpos celestes artificiais ao redor de corpos celestes naturais, considerando-se perturbações devido a forças poligênicas, como por exemplo, as perturbações devidas a não esfericidade do corpo central e à atração gravitacional do terceiro corpo. As equações de movimento serão desenvolvidas em forma fechada para evitar expansões em excentricidade e inclinação. Para a descrição do formalismo canônico serão usadas as variáveis canônicas de Delaunay. O conjunto de equações canônicas, as quais são equações diferenciais não lineares, será utilizado para estudar a estabilidade de órbitas em torno de corpos celestes chamados de "minor bodies" ou também "pequenos corpos" (corpos menores do Sistema Solar), o que inclui planetas anões, satélites planetários, asteroides, cometas, TNOs (sigla que se refere à uma gama de corpos celestes do Sistema Solar, entre eles planetas anões e corpos semelhantes aos asteroides do Cinturão Principal, e que são encontradas em órbitas mais distantes que as do planeta Netuno), etc. Os corpos escolhidos para este projeto são: Europa, Ganímedes, Encélados e Haumea. Ênfase será dada para o caso de órbitas congeladas, que são definidas como órbitas que têm valores quase constantes de excentricidade, inclinação e argumento do pericentro. A abordagem utilizada visa procurar por órbitas congeladas em torno de corpos celestes naturais e analisar a estabilidade destas órbitas aplicando um processo de normalização de hamiltoniana. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARVALHO, J. P. S.; CARDOSO DOS SANTOS, J.; PRADO, A. F. B. A.; VILHENA DE MORAES, R. Some characteristics of orbits for a spacecraft around Mercury. COMPUTATIONAL & APPLIED MATHEMATICS, v. 37, n. 1, SI, p. 267-281, DEC 2018. Citações Web of Science: 1.
DOS SANTOS, JOSUE CARDOSO; CARVALHO, JEAN P. S.; PRADO, ANTONIO F. B. A.; DE MORAES, RODOLPHO VILHENA. Lifetime maps for orbits around Callisto using a double-averaged model. ASTROPHYSICS AND SPACE SCIENCE, v. 362, n. 12 DEC 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.