Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos sobre o potencial de aplicação de resíduos da construção civil na produção de habitação de interesse social

Processo: 14/21149-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Fernando Sérgio Okimoto
Beneficiário:Evelyze Cristina Pereira dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Tecnologia da arquitetura   Sustentabilidade social   Habitação social   Construção civil   Reciclagem   Resíduos de construção   Estudos experimentais

Resumo

Este trabalho propõe-se a estudar as aplicações do resíduo de construção civil (RCC) na produção habitacional de interesse social. A construção de milhões de novas unidades é absolutamente necessária, visto o elevado déficit de moradias. Como o problema atinge, na maioria, as famílias mais carentes, torna-se evidente a necessidade não apenas de políticas públicas eficazes, como também de formas alternativas de construção dessas unidades. Neste contexto, a construção civil é capaz de atuar ativamente na diminuição desta demanda, produzindo estas habitações. Entretanto, é fundamental o desenvolvimento e a incorporação de novas tecnologias neste processo, visto que o setor da construção civil exerce papel fundamental na economia do país e os impactos causados por suas atividades ao meio ambiente são expressivos, principalmente quanto à geração de resíduos. Esta ocorre ao longo de toda a cadeia produtiva, sendo que é nas atividades construtivas e de demolição que o volume de resíduos gerado é mais expressivo. Os RCC possuem grande potencial de reaproveitamento em processos construtivos por meio da reciclagem ou da reutilização, o que certamente conduzirá a construção civil a padrões mais sustentáveis de produção.