Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da resposta imune, função pulmonar e potência aeróbia máxima de tabagistas passivos antes e após a cessação da exposição à fumaça do cigarro

Processo: 14/08950-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Dionei Ramos
Beneficiário:Gabriel Faustino Santa Brígida
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/11876-0 - O papel de comportamentos pessoais, exposição à fumaça do cigarro e fatores genéticos na dor lombar: percepções de um de estudo em gêmeos., BE.EP.MS
Assunto(s):Pneumologia   Resposta imune   Tabagismo   Hábito de fumar   Esforço físico   Espirometria   Fumaça   Produtos do tabaco

Resumo

Introdução: O tabagismo passivo é a terceira causa de morte evitável no mundo, sendo considerado um importante problema de saúde pública. Estima-se que um terço da população mundial inale involuntariamente a fumaça do cigarro, o que pode causar efeitos adversos como desregulação na resposta imunológica, redução da função pulmonar e diminuição da potência aeróbia máxima. Contudo, a literatura ainda permanece limitada em relação aos efeitos que a cessação da exposição à fumaça do cigarro pode promover em tabagistas passivos adultos em relação aos parâmetros supracitados. Objetivos: Analisar a resposta imune, função pulmonar e potência aeróbia máxima de tabagistas passivos adultos aparentemente saudáveis antes e após a cessação da exposição à fumaça do cigarro. Métodos: Serão convidados a participar do estudo 94 indivíduos que serão divididos em dois grupos: tabagistas passivos, composto por indivíduos adultos saudáveis, não tabagistas (n=47); e grupo controle, composto por indivíduos saudáveis sem histórico de exposição à fumaça do cigarro (n=47). Todos os indivíduos serão avaliados em três momentos: M0 (basal), após quatro e oito semanas de cessação da exposição à fumaça do cigarro, M1 e M2, respectivamente, quanto à resposta imune (marcadores inflamatórios), função pulmonar (espirometria) e potência aeróbia máxima (VO2 máx), bem como responderão a um questionário de investigação da exposição à fumaça do cigarro. Análise estatística: A normalidade dos dados será avaliada por meio do teste de Shapiro-Wilk. A comparação entre os grupos para todas as variáveis será por meio do teste T não pareado ou teste de Mann-Whitney, dependendo da distribuição dos dados. O nível de significância utilizado será de 5%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BRÍGIDA, Gabriel Faustino Santa. Fatores de risco para problemas respiratórios e musculoesqueléticos : o papel do tabagismo passivo e dor lombar. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.