Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da suplementação de proteína de soja versus proteína do soro do leite em idosos com pré-fragilidade e fragilidade submetidos a um programa de treinamento de força

Processo: 13/21226-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Bruno Gualano
Beneficiário:Alan Lins Fernandes
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Idosos   Proteínas   Treinamento de força   Suplementação alimentar

Resumo

Embora a combinação do treinamento de força à suplementação de proteína de alto valor biológico seja uma promissora estratégia para o combate da fragilidade na população idosa, poucos estudos prospectivos são disponíveis. Não se conhece, por exemplo, o efeito da suplementação de diferentes fontes proteicas (ex.: whey e soja) combinada ao treinamento de força em idosos frágeis. Portanto, o presente projeto tem como objetivo comparar os efeitos crônicos da suplementação proteica de diferentes fontes (whey e soja) na composição corporal e função muscular em idosos pré-frágeis e frágeis submetidos a um programa de treinamento de força. Esse ensaio clínico é um dos estudos contemplados no projeto intitulado Protein Intake and Resistance Training in Aging: The Pro Elderly Study, que visa, primordialmente, investigar o papel de diferentes fontes e tipos de proteínas, aminoácidos e derivados sobre a função muscular e a composição corporal em idosos frágeis, e que se encontra registrado na plataforma de ensaios clínicos clinicaltrial.gov (NCT01890382). O presente estudo será conduzido de modo duplo-cego e aleatorizado, seguindo as recomendações estabelecidas pelo CONSORT (Altman, 1996). Antes de participarem da intervenção, os voluntários passarão por triagem médica com o intuito de verificar os critérios de elegibilidade. Os voluntários idosos (e 65 anos) serão selecionados a partir do critério de Fried et al. (2001) para pré-fragilidade e fragilidade. Os voluntários serão divididos aleatoriamente em 2 grupos experimentais: 1) Suplementação de whey e 2) Suplementação de proteína de soja. Ao longo de 16 semanas, os voluntários serão suplementados com whey ou soja e participarão de um programa de treinamento de força supervisionado. Antes e após a intervenção, os voluntários realizarão avaliações de consumo alimentar, composição corporal, função muscular, área de secção transversa, tipo de fibras musculares e qualidade de vida. (AU)