Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação dos treinamentos físico contínuo e intervalado na percepção de esforço, nos fatores relacionados à qualidade de vida e no nível de atividade física em pacientes asmáticos.

Processo: 14/16511-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Celso Ricardo Fernandes de Carvalho
Beneficiário:Patricia Gonçalves Leite Rocco
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/53904-9 - Efeitos do ambiente e do estilo de vida sobre a asma e a doença pulmonar obstrutiva crônica: estudos experimentais e clínicos, AP.TEM
Assunto(s):Asma   Reabilitação pulmonar

Resumo

Introdução: O exercício físico aumenta o condicionamento físico e está associado com a melhora do controle clínico, qualidade de vida, redução da ansiedade, depressão e da inflamação pulmonar nos pacientes asmáticos. Porém, pouco é compreendido sobre o melhor treinamento físico apresenta maiores benefícios nestes pacientes. Objetivos: Comparar o impacto dos treinamentos aeróbio (TA) e intervalado (TI) na percepção de esforço, fatores relacionados à qualidade de vida e nível de atividade física em pacientes asmáticos. Casuística: Serão estudados 28 pacientes com asma persistente moderada ou grave que serão aleatoriamente alocados num dos 2 grupos: TA ou TI. Os programas de treinamento físico terão a duração de 24 sessões (3 meses), cada sessão de exercício terá duração de 40 minutos. O TA terá 5 min. de aquecimento, 30 min. de exercício e 5 min. de resfriamento, e a intensidade será baseada na capacidade aeróbia (VO2pico). O TI terá 5 min. de aquecimento e serão realizados com 30 seg. de exercício intervalado com o mesmo período de repouso numa intensidade inicial entre 80 da potencia em Watts. Antes dos programas de treinamento físico, os pacientes participarão um de programa educacional. Antes e no final das intervenções, os pacientes serão avaliados quanto à capacidade física (VO2max), controle clínico (ACT, ACQ e diário de sintomas), fatores de saúde relacionados à qualidade de vida (AQLQ) e níveis de ansiedade e depressão (HADS). Análise estatística: O número de pacientes (28) foi determinado por cálculo amostral. Todos os testes estatísticos serão feitos com intenção de tratar. A normalidade dos dados será feita com o teste Shapiro-Wilks. Os dados contínuos serão analisados com testes paramétricos (ANOVA e Bonferroni) ou não paramétricos (ANOVA on ranks e Mann-Whitney). Para os dados categóricos será aplicado o teste de qui-quadrado. Também será feito análise do tamanho do efeito. O nível de significância para todos os testes será de 5% (p<0,05).

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ROCCO, Patricia Gonçalves Leite. Comparação dos treinamentos físico contínuo e intervalado na percepção de esforço, nos fatores relacionados à qualidade de vida  e no nível de atividade física em pacientes asmáticos. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.