Busca avançada
Ano de início
Entree

Gestão da incerteza em inovação radical

Processo: 14/20953-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 17 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção
Pesquisador responsável:Mario Sergio Salerno
Beneficiário:Mario Sergio Salerno
Anfitrião: Gina Colarelli Oconnor
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Rensselaers Polytechnic Institute, Estados Unidos  
Assunto(s):Gestão da inovação

Resumo

GESTÃO DA INCERTEZA EM INOVAÇÃO RADICAL Mario Sergio Salerno (Poli/USP-PRO-LGI)O pleito para bolsa de pesquisa no exterior (BPE) se insere em amplo programa de pesquisa sobre gestão da incerteza em projetos de inovação radical. Segue trajetória de pesquisa caracterizada projetos e publicações anteriores - projetos Fapesp, CNPq e Finep, publicações em revistas como Technovation, Int. J. of Production Economics, Production, Gestão&Produção e submissões a R&D Management, J. of Product Innovation Management, International Business Review, e em Congressos como EurOMA, POMS, IAMOT, Gerpisa, Enegep. Estudos anteriores sugerem uma especificidade brasileira em inovação radical, o desenvolvimento de processos radicalmente inovadores para produção de commodities, seja devido à origem vegetal (caso Braskem), seja devido a processos biotecnológicos para produção de etanol de 2a. e 3a. gerações (Braerg), seja para especialidades químicas (Oxiteno) ou petróleo (Petrobras e fornecedores). A isso se somam os desenvolvimentos de empresas nascentes de base tecnológica - ENBTs, seja em incubadoras (Cietec-USP, Inova Unicamp) ou fora delas (Recepta).Pleiteia-se auxílio para período curto (17/12/14 a 31/01/15), com as seguintes finalidades: a) aprofundamento conceitual e metodológico junto à equipe do RPI; b) discussão de possíveis projetos conjuntos, a partir da experiência do período; c) formatação de projeto de pesquisa, envolvendo equipe multi-institucional. Há três questões básicas a investigar no tema gestão da incerteza na empresa e no ecossistema, cada qual exigindo método específico: a) Conceituação e tipologia de incerteza em inovação; a análise e articulação de métodos e ferramentas para sua gestão. A unidade básica de análise é o projeto de inovação da firma em seu ecossistema. Buscar-se-á, nas empresas pesquisadas, levantar um ou mais projetos de inovação já desenvolvidos ou em fase de desenvolvimento, para apreensão das incertezas em que ele está envolto, conforme a tipologia de incertezas definida na revisão conceitual. Isso pode envolver não apenas a firma, mas também parceiros e instituições externas. Ou seja, o levantamento de campo terá como missão apreender como a empresa lida com incertezas internas e incertezas no ecossistema, inclusive aquelas geradas por terceiros. b) Emergência de uma função inovação em empresas de ponta. Método de análise organizacional: qual o mandato, a estrutura, recursos, tipo de pessoal, as metas, as entregas já feitas de uma área de "inovação" na empresa (para captar se é embrião de nova função ou não).c) Valoração de projetos de inovação envoltos em grande incerteza - aspectos metodológicos (opções reais e outros) e aspectos organizacionais (quais problemas uma valoração alternativa busca resolver: Melhorar a gestão do portfólio? Disputa por recursos? Justificar projetos e orçamento? Outros?). Estudos de caso em profundidade: Braerg, Braskem, Oxiteno e "A" (pede sigilo do nome). Projetos já escolhidos serão seguidos: definição de rotas, da rede de opções, atribuição de probabilidades a cada opção, valoração em si, além de verificar o porquê do interesse da empresa e quais as funções organizacionais envolvidas na decisão de aprovação de projetos. A escolha do RPI e de Gina O'Connor e sua equipe não é aleatória. A Profa. O'Connor lidera o Radical Innovation Research Program, que desde 1985 vem estudando projetos de inovação radical de forma longitudinal nas empresas, com inúmeras publicações de altíssima relevância. A equipe é hoje das de melhor desempenho científico no tema. O período junto ao RPI visa consolidar a relação, já iniciada com o período da Profa. O'Connor junto à Poli-PRO-LGI em agosto de 2014.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.