Busca avançada
Ano de início
Entree

Eco-epidemiologia do vírus do Oeste do Nilo e outros flavivirus circulantes na fauna pantaneira

Processo: 14/03172-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 01 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Edison Luiz Durigon
Beneficiário:Tatiana Ometto de Araujo
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/23811-5 - Caracterização molecular e sorológica de vírus emergentes em amostras de animais silvestres brasileiros, BE.EP.PD
Assunto(s):Biologia molecular   Equídeos   Pantanal   Flavivirus   Virologia

Resumo

O Vírus do Nilo Ocidental, do inglês West Nile virus (WNV) é um patógeno emergente, o ciclo de transmissão envolve mosquitos, pássaros, cavalos e seres humanos. É amplamente distribuído na América do Norte e Central. A recente introdução na América do Sul chamou a atenção para a propagação do WNV em países Latino Americanos, aproximando-se do Brasil, onde ainda não foi descrito nenhum caso da doença, porém, já existem relatos de cavalos e aves com sorologia positiva para o WNV no Brasil. Tendo em vista a quantidade de casos de doenças emergentes e re-emergentes relatados nas últimas décadas no continente sul-americano, os atuais casos do WNV na América do Sul e principalmente os resultados encontramos por nosso grupo evidenciando a circulação do WNV em aves e equinos na região do Pantanal matogrossense, propomos neste estudo eco-epidemiológico, avaliar a ocorrência do WNV e outros flavivirus em seus reservatórios e hospedeiros animais e sua variabilidade genética no Pantanal, através da detecção molecular pela técnica one-step real-time RT-PCR em testes simultâneos utilizando método mais específico na detecção por TaqMan para a busca do WNV e método mais sensível na detecção por Sybergreen para a busca de outros flavivírus que podem apresentar potencial competição no estabelecimento do WNV no Brasil, bem como realização de testes sorológicos. Na possibilidade de amostras positivas, realizaremos caracterização molecular utilizando técnicas de sequenciamento de nucleotídeo e com foco na identificação de agentes nunca antes descritos, também utilizaremos método de isolamento viral por cultura celular. A fim de estabelecermos um monitoramento do WNV e outros flavivirus no Pantanal, será coletado amostras de swabs orais, cloacais/anal e soro de diversos animais como aves, equinos e jacarés, tendo como objetivos maiores, contribuir para o fortalecimento dos serviços de defesa sanitária animal, aumentar a capacidade de investigação, e finalmente, atualizar e harmonizar normas e procedimentos para a prevenção e controle do vírus do Oeste do Nilo em nosso país. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARBOSA, CARLA M.; DURIGON, EDISON L.; THOMAZELLI, LUCIANO M.; OMETTO, TATIANA; MARCATTI, ROBERTA; NARDI, MARCELLO SHIAVO; DE AGUIAR, DANIEL M.; PINHO, JOAO BATISTA; PETRY, MARIA VIRGINIA; NETO, ISAAC SIMAO; SERAFINI, PATRICIA; RODRIGUES, ROBERTA COSTA; DE AZEVEDO JUNIOR, SEVERINO MENDES; GOES, LUIZ GUSTAVO B.; DE ARAUJO, JANSEN. Divergent coronaviruses detected in wild birds in Brazil, including a central park in SAo Paulo. Brazilian Journal of Microbiology, v. 50, n. 2, p. 547-556, APR 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.