Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da distribuição de tensão em protocolo mandibular confeccionado pelo sistema convencional e CAD/CAM, variando tipo, número e inclinação dos implantes

Processo: 14/12927-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Renata Cristina Silveira Rodrigues Ferracioli
Beneficiário:Cristian Sbardelotto
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Próteses e implantes   Prótese dentária fixada por implante   Análise de tensões   CAD/CAM   Arcada edêntula

Resumo

O uso de próteses implantosuportadas para reabilitação de pacientes desdentados aumentou consideravelmente nos últimos anos, a prótese total fixa implantossuportada, ou também chamada de prótese tipo protocolo passou a ser uma opção de tratamento para pacientes desdentados totais, sendo a prótese fixa total mandibular a primeira modalidade de tratamento introduzida com os implantes osseointegrados e ainda hoje é utilizada como meio de reabilitação que possui boas indicações. O conceito de osseointegração foi definido por Branemark como a deposição óssea direta ao redor do implante e sem a presença aparente de tecido mole entre implante e o tecido ósseo, permitindo a transmissão das cargas geradas diretamente ao osso suporte. Uma das principais complicações que persistem no tratamento com implantes é a reabsorção óssea, principalmente ao nível da crista óssea que pode afetar o sucesso da reabilitação em longo prazo, culminando até com a perda do implante. A longevidade dos implantes osseointegrados pode ser comprometida pela concentração de tensões nocivas advindas de sobrecarga oclusal ou periimplantites. Existem vários métodos para análise de tensões ao redor do implante como a análise fotoelástica e a correlação de imagens digitais. Não existe consenso na literatura quanto ao melhor planejamento protético para pacientes edêntulos, a fim de minimizar as tensões geradas na interface osso-implante. O objetivo deste estudo será comparar as tensões geradas por próteses tipo protocolo em mandíbulas edêntulas. Serão analisadas duas configurações diferentes quanto a quantidade e posicionamento dos implantes (4 ou 5 implantes), diferentes conexões protéticas (hexágono externo e cone morse) e prótese protocolo obtida por fundição convencional e usinadas pelo sistema CAD- CAM. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SBARDELOTTO, Cristian. Análise da distribuição de tensão em protocolo mandibular confeccionado pelo sistema convencional e CAD/CAM, variando tipo, número e inclinação dos implantes. 2016. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.