Busca avançada
Ano de início
Entree

Subproteoma da fração I da peçonha do escorpião Tityus serrulatus por espectrometria de massas

Processo: 14/22959-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 02 de janeiro de 2015
Vigência (Término): 01 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Eliane Candiani Arantes Braga
Beneficiário:Heloisa Tavoni Longhim Peccin
Supervisor no Exterior: Edwin De Pauw
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université de Liège (ULg), Bélgica  
Vinculado à bolsa:14/07824-1 - Caracterização estrutural e funcional de toxinas de interesse biotecnológico presentes na fração i da peçonha de Tityus serrulatus, BP.IC
Assunto(s):Toxicologia   Tityus serrulatus   Tityus   Escorpiões   Espectrometria de massas

Resumo

Escorpiões da espécie Tityus serrulatus (Ts) são considerados os mais comuns e perigosos do Brasil, sendo responsáveis pelo maior número de acidentes. A sua peçonha é composta por muitas substâncias insolúveis tais como muco, mucopolissacáridos, oligopeptideos, nucleotideos, moléculas de baixa massa molecular, tais com histamina (serotonina), inibidores de protease, libertadores de histamina, aminoácidos e outros compostos orgânicos, enzimas e neurotoxinas. O estudo dos componentes da peçonha pode ajudar a elucidar os sistemas envolvidos no envenenamento e para identificar moléculas que podem ser utilizadas como ferramentas moleculares e/ou drogas com ação terapêutica. Técnicas de separação de proteínas, tais como a cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC), e espectrometria de massas associada a mecanismos de ionização suave, permitiram uma análise mais detalhada do proteoma de peçonhas animais. Portanto, este projeto tem como objetivo aplicar técnicas de espectrometria de massas para a análise estrutural dos componentes presentes na fração I da peçonha de Tityus serrulatus. Muitos componentes desta fração foram isolados por diferentes procedimentos cromatográficos e suas caracterizações estruturais indicarão a classe de toxina a que pertencem e se eles apresentam potenciais aplicações biotecnológicas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AMORIM, FERNANDA GOBBI; LONGHIM, HELOISA TAVONI; COLOGNA, CAMILA TAKENO; DEGUELDRE, MICHEL; DE PAUW, EDWIN; QUINTON, LOIC; ARANTES, ELIANE CANDIANI. Proteome of fraction from Tityus serrulatus venom reveals new enzymes and toxins. Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases, v. 25, APR 18 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.