Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo funcional do receptor de melatonina MT1 em células do cumulus bovinas por meio de lipofecção e RNA de interferência (RNAi)

Processo: 14/17181-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2014
Vigência (Término): 21 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Cláudia Lima Verde Leal
Beneficiário:Fernanda Cavallari de Castro
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/04376-6 - Estudo funcional do receptor de melatonina MT1 em complexos cumulus-oócitos bovinos e sua importância na maturação oocitária e desenvolvimento embrionário in vitro sob condições normais e de estresse térmico, BE.EP.DR
Assunto(s):Melatonina   Inativação gênica   Células do cúmulo

Resumo

As células do cumulus que circundam o oócito têm papel fundamental no controle do crescimento, maturação, capacitação, fecundação e habilidade do oócito em suportar a embriogênese. Estas células mantêm seu metabolismo em cooperação com os oócitos, interação esta crucial para o adequado desenvolvimento do gameta. A análise destas células pode fornecer informações importantes sobre a competência oocitária. A melatonina é uma molécula que medeia vários processos na reprodução animal, e que também tem se mostrado importante para funções celulares como a maturação oocitária. Recentemente, detectamos o receptor de melatonina MT1 em células do cumulus bovinas. O objetivo deste projeto é estabelecer as condições de silenciamento gênico por lipofecção em células do cumulus e, posteriormente, utilizar tal estratégia para avaliar a interação entre estas células e o oócito, a partir do silenciamento do receptor MT1, e investigar as implicações funcionais deste silenciamento sobre a competência oocitária, visando promover melhores resultados na produção in vitro. Para tanto, o perfil de expressão do mRNA do MT1 será avaliado nas células do cumulus durante a maturação in vitro (MIV) para determinar seu padrão de expressão temporal. O silenciamento gênico será realizado inicialmente para estabelecer as melhores condições de lipofecção (concentração e tempo de exposição ao RNAi - MT1). As melhores condições serão avaliadas em complexos cumulus-oócito (CCO) para determinar o efeito da perda de função por silenciamento em relação a funções das células do cumulus na MIV, incluindo expansão, expressão de genes antioxidantes (SOD1, SOD2 e GPx), índice de apoptose (TUNEL) e suas consequências sobre a taxa de maturação, nível de espécies reativas de oxigênio (ROS) e competência para o desenvolvimento dos oócitos após a fecundação e cultivo in vitro. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.