Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do controle do equilíbrio em idosos utilizando a tecnologia de sensores

Processo: 14/23059-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 02 de março de 2015
Vigência (Término): 01 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Débora Bevilaqua Grossi
Beneficiário:Gabriela Ferreira Carvalho
Supervisor no Exterior: Paolo Bonato
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Boston, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/20046-2 - Alterações no equilíbrio funcional em pacientes com migrânea crônica e episódica, BP.DR
Assunto(s):Fisioterapia

Resumo

Introdução: A maioria das ferramentas de avaliação clínica do equilíbrio são subjetivas, com pouca validade e confiabilidade. Entretanto, os protocolos laboratoriais de equilíbrio e marcha envolvem equipamentos caros, altamente técnicos e não-portáteis. Recentes tecnologias compostas por sensores capazes de serem utilizados junto ao corpo têm sido desenvolvidos a fim de quantificar o equilíbrio ea marcha com mais sensibilidade e objetividade do que exames clínicos, e ao mesmo tempo são portáteis, de baixo custo, fácil de usar e leves. Objetivos: avaliar o controle de equilíbrio de idosos por meio de sensores portáteis e validar as variáveis resultantes desse protocolo usando o sistema de captura de movimento baseados em câmeras. Melhods: Serão coletadas variáveis relacionadas ao centro de pressão (COP) de idosos s e controles jovens por meio de acelerômetros 3-D, fixados na coluna lombar ao nível de L5 (perto do centro de massa corporal). Serão coletadas três repetições durante 30s do equilíbio postural bipodal semi-estático com olhos abertos e fechados. As variáveis serão validadas com base no sistema de análise de movimento baseado em câmeras, com um marcador fixado no ombro direito de cada sujeito. A comparação entre os grupos será realizada utilizando um teste t (p <0,05 ) e a correlação entre as ferramentas de avaliação de equilíbrio será determinada pelo teste de Correlação de Pearson. Resultados esperados: Espera-se com este projeto fornecer contribuições sobre tecnologias acessíveis por meio de novas ferramentas clínicas de avaliação do controle postural, o que é de extrema relevância para no aprimoramento de tecnologias que conectam a pesquisa e a prática clínica. (AU)