Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do status de rpoS em isolados naturais de Escherichia coli

Processo: 14/15330-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Beny Spira
Beneficiário:Jackeline Pinheiro Barros
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Genética bacteriana   RNA polimerases dirigidas por DNA   Fator sigma   Escherichia coli   Águas residuárias   São Paulo (SP)

Resumo

Escherichia coli possui a capacidade de sobreviver em diversos habitats, seja dentro do hospedeiro ou no ambiente externo. Um importante regulador de adaptação da bactéria é a subunidade sigma da RNA polimerase, responsável pela transcrição da maioria dos genes relacionados com a fase estacionária e situações de estresse, como escassez de nutrientes, baixo pH, estresse térmico, exposição à radiação UV e estresse oxidativo. O gene rpoS possui elevado grau de polimorfismo, adquirindo facilmente mutações nulas ou de atenuação em cepas cultivadas em laboratório. Essa variação confere à bactéria fenótipos distintos relativos à competência nutricional e resistência ao estresse. Na natureza, entretanto, alelos rpoS não-funcionais são, aparentemente, menos comuns. Para entender o papel de rpoS em condições extra-laboratoriais, neste trabalho será realizada uma análise temporal de alelos de rpoS em isolados naturais de E. coli, a fim de se correlacionar o status de rpoS com as alterações físico-químicas que ocorrem ao longo do ano em águas residuárias na cidade de São Paulo. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BARROS, Jackeline Pinheiro. Análise temporal do perfil de RpoS em isolados de Escherichia coli de águas residuárias.. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.